Zlatan Ibrahimovic está oficialmente de volta a seleção sueca. Depois de um período de “aposentadoria” de cinco anos e de críticas públicas ao técnico Janne Andersson, o atacante de 39 anos foi convocado para os jogos contra Geórgia e Kosovo, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo, e para o amistoso contra a Estônia.

“O retorno do Deus”, escreveu Ibrahimovic com a sua habitual modéstia para comemorar a convocação para defender a Suécia. Uma decisão que já vinha sendo discutida pelo jogador com o técnico Janne Andersson, com sinais positivos na reconciliação desde o fim de 2020. “Em primeiro lugar, ele é um excelente jogador de futebol, o melhor que já tivemos na Suécia.

É claro que é muito curioso que ele queira voltar. Além do que pode contribuir em campo, ele tem uma experiência incrível e pode contribuir com outros jogadores”, explicou Andersson. A última participação de Ibrahimovic na seleção sueca foi na Eurocopa de 2016.

A derrota para a Bélgica, com eliminação na primeira fase sem vitórias, foi o fim de uma era para o jogador na equipe e seu retorno parecia improvável até recentemente, até por sua relação conturbada com Andersson, que já foi alvo de duras críticas e chamado até de “piada” pelo veterano.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui