A disparada da inflação no Brasil e no mundo impactou o mercado financeiro nesta quarta-feira (6/10). O dólar superou os R$ 5,50 e a bolsa de valores despencou. Diante de um cenário de crise energética global, investidores vendem suas ações e buscam ativos mais seguros.

Por volta das 11h50, a moeda americana era negociada a R$ 5,5026, com alta de 0,34%, após ter alcançado a marca dos R$ 5,5207 – maior cotação registrada desde 23 de abril.

Perto desse horário, o Ibovespa registrava queda de 1,37%, aos 108.947 pontos, influenciado pelas bolsas no exterior. Nos Estados Unidos e na Europa, os mercados também operam em baixa.

A escalada generalizada de preços, em razão da crise energética, tem forçado bancos centrais de países desenvolvidos a elevarem as taxas de juros básicos.

“Essa crise no setor energético também influencia os preços das commodities. O preço do gás natural segue subindo, devido à oferta reduzida e à alta da demanda, dado o período das baixas temperaturas no continente europeu”, analisa especialista em ações da Clear Corretora, Pietra Guerra.

Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui