Deputados do PSL e do PT batem boca na CCJReprodução/TV Câmara

Deputados do PSL e do PT bateram boca, nesta 4ª feira (17.mar.2021), durante sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados. A discussão começou quando o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) chamou o presidente Jair Bolsonaro de “genocida”. Eis o que disse o deputado:

Deputados do PSL e do PT batem boca na CCJ

“Sobre o que me antecedeu, ele defende um genocida. Esse presidente é genocida. Porque todos os atos que ele cometeu, foi um projeto de matar pessoas. Hoje nós estamos chegando a 280 mil pessoas mortas por atos do presidente da República […] Ele é um genocida, e quem o defende comunga dos seus atos e palavras”.

Em seguida, os deputados Carlos Jordy e Alê Silva, ambos do PSL, confrontaram o deputado Paulo Teixeira e o chamaram de “vagabundo”. Eis o que disse o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ):

“Presidente [Bia Kicis, que comanda a CCJ], eu não vou aturar esse tipo de comportamento. Se ele é um genocida, você é um vagabundo. Vai baixar o nível? É um vagabundo. Eu não vou aturar isso aqui não. Cúmplice de vagabundo, de ladrão. Seu partido roubou a República. Você é um cúmplice de vagabundo, de corrupto. Partido de traficantes. Bando de vagabundos. Você não tem moral”.

Assista à discussão abaixo (1min2s):

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui