O deputado Pastor Saargento Isidório durante sessão de votação na CâmaraMichel Jesus/Câmara dos Deputados – 1º.set.2020

O deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA) participou de sessão remota da Câmara dos Deputados, nesta 3ª feira (1º.set.2020), sobre medidas de fomento à indústria de gás natural, segurando 1 botijão de gás enquanto se pronunciava sobre o projeto.

O congressista foi contra a orientação de seu partido, que defendia a retirada de pauta sobre a redução do preço do gás da cozinha. O deputado disse ser importante pautar o assunto porque, de acordo com ele, “o que interessa para a dona de casa e pai de família é o botijão de gás mais barato“.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu para que o congressista colocasse o botijão no chão para evitar que sua coluna se “machucasse“.

PASTOR SARGENTO ISIDÓRIO

O deputado está na corrida eleitoral para ser prefeito de de Salvador, capital da Bahia. Isidório aparece em 2º lugar em pesquisa eleitoral realizada pela Paraná Pesquisa, em maio deste ano, atrás apenas do vice-prefeito da capital Baiana e secretário de obras, Bruno Reis (DEM-BA).

O deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA) foi o responsável pelos 2 primeiros projetos de lei registrados na Câmara em 2019. As propostas visam a declarar a Bíblia patrimônio cultural do Brasil e da Humanidade e proibir o uso do nome do livro em significado diferente do cânone cristão.

NOVA LEI DO GÁS NATURAL

A Câmara dos Deputados aprovou o texto base da nova lei do gás natural. De acordo com o ministro Paulo Guedes (Economia), a proposta irá reduzir o preço do gás em até 40%. Para o ministro, o monopólio das distribuidoras de gás no país irá reduzir drasticamente, o que irá aumentar a competitividade com a iniciativa privada e diminuir o preço do gás nos Estados.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui