O procurador da República, André Luiz Batista Neves, determinou a conversão do Procedimento Preparatório nº 1.24.003.000021/2021-41, em Inquérito Civil para apurar possíveis irregularidades na prestação de contas do Convênio nº 0423/2016 SIAFI nº 839379, firmado entre a Prefeitura de Junco do Seridó e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para a realização de obras na cidade.

A medida foi publicada na edição desta quinta-feira (7) do Diário do Ministério Público Federal Eletrônico (DMPF).

De acordo com o documento, as obras para a melhoria no abastecimento de água na área rural e comunidades tradicionais, teria custado o equivalente a R$ 1.472.643,46, durante a gestão do ex-prefeito Kleber Fernandes de Medeiros.

Juncó do Seridó se localiza na Região Metropolitana de Patos, no Sertão paraibano, a 205 quilômetros de João Pessoa. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município tem população estimada em pouco mais de 7.150 habitantes.

A reportagem disponibiliza o espaço para que os citados possam apresentar sua versão acerca dos fatos constantes na matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui