Os scouts do Manchester City seguem de olho na América do Sul em busca de grandes promessas. Depois de anunciar a contratação de Kayky, do Fluminense, o Grupo City confirmou no fim de semana a compra do jovem Darío Sarmiento, do Estudiantes. As duas novas apostas para o futuro têm alguns pontos similares, mas vamos focar aqui no prodígio argentino.

Sarmiento estreou na Primeira Liga Argentina com apenas 16 anos, em 5 de outubro de 2019, um empate sem gols contra o Huracán. O jovem recebeu a oportunidade do técnico Gabriel Milito, ex-zagueiro da seleção argentina. O Estudiantes, assim como o Fluminense, é um clube que abre as portas para as jovens promessas, dando espaço a elas no time principal.

O jovem Darío chegou no Estudiantes com seis anos. A baixa estatura e o físico franzino não o impediram de mostrar seu potencial: a qualidade para driblar em curto espaço e a boa condução de bola, sempre com uma perna canhota habilidosa, chamaram a atenção das seleções de base da Argentina.

E, claro, dos clubes estrangeiros.  Em 2017, o Pincharrata, apelido pelo qual é conhecido, quase abandonou o futebol. O jogador sofreu uma fratura no braço e ficou seis meses afastado. A morte do avô, também nesse período, só dificultou as coisas para o jovem argentino, que teve de mostrar força para dar a volta por cima. E, de fato, o fez.

A jovem promessa argentina não esconde que sempre se espelhou em Lionel Messi, seu grande ídolo. E o jeito de jogar traz algumas similaridades: a condução de bola com a canhota, o drible, a agilidade, a rapidez no raciocínio, o posicionamento na ponta direita do campo… Nem sempre, porém, foi assim.

Darío chegou a jogar como camisa 10, mas, com o tempo, se mostrou mais confortável aberto no lado direito.  O jovem, como já vimos, estreou com apenas 16 anos na equipe principal. Milito, inclusive, o impediu de disputar o Mundial sub-17 de 2019 para seguir concentrado com a equipe profissional.

Desde então, foram 21 jogos como profissional (sete como titular) e 804 minutos em campo.  Ainda sem marcar ou sem dar qualquer assistência como profissional, Sarmiento não conseguiu, de fato, se firmar entre os profissionais.

Nada que ofusque suas qualidades, mas alguma coisa que aponte que ainda há muito a se evoluir. Como Kayky…  O jovem argentino, apesar de ser muito ágil e habilidoso, ainda é pouco eficiente para finalizar as jogadas e apresenta alguma dificuldade em lances em que tem de usar a perna direita.

Pontos que, certamente, terá de aprimorar para brilhar no futebol inglês.  Em um mundo onde cada vez mais se antecipam etapas, Sarmiento é um prodígio que luta por seu lugar no futebol.

Na Argentina, provou valor principalmente nas categorias de base. Entre os profissionais, ainda terá muitos desafios pela frente até se firmar.  Darío Sarmiento

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui