Bastaram alguns dias de descanso, após a dura derrota para a Fiorentina, para a Juventus voltar aos trilhos no Campeonato Italiano. Neste domingo, a Velha Senhora recebeu a Udinese, em Turim, e, com uma atuação de gala de Cristiano Ronaldo, que marcou dois gols e deu uma assistência, venceu pelo placar de 4 a 1. Com o resultado, o time comandado por Andrea Pirlo chega a 27 pontos e, com um jogo a menos, volta a colar no G4 do Calcio.

Do outro lado, a equipe de Údine permanece com 15 e ocupa o 13º posto. Juve pressiona e sai na frente Como era de se esperar, a Juventus começou a partida pressionando a Udinese. Logo nos primeiros minutos, Cristiano Ronaldo e Ramsey tiveram boas chances para inaugurar o marcador, mas desperdiçaram. Em resposta, o time visitante chegou a marcar, mas o gol foi anulado pelo VAR.

De Paul recebeu de Lasagna e escorou para o gol. Entretanto, após o auxílio da tecnologia, foi flagrado um toque de mão do jogador argentino. A partir daí, apenas a Velha Senhora jogou em Turim. Com mais posse de bola e o controle das ações, o time de Andrea Pirlo martelou até abrir o placar aos 30.

Após bobeada da Udinese, Ramsey roubou ótima bola na esquerda, e acionou Cristiano Ronaldo, que arrancou para área, levou para a perna direita e soltou uma bomba para abrir o placar para a Juve. CR7 dita o ritmo A Juve voltou ainda mais acesa para o segundo tempo e, logo aos três, ampliou a vantagem.

]Cristiano Ronaldo recebeu pelo meio e enfiou lindo passe de trivela para Chiesa, que ganhou na velocidade de Larsen, ajeitou o corpo e finalizou cruzado na saída de Musso. Na sequência, os mandantes chegaram ao terceiro, mas o VAR voltou a anular um gol na partida. Ramsey tentou duas vezes até marcar, mas acabou colocando a mão na bola. Nada feito. Apesar do controle estar com o adversário, a Udinese teve seus momentos de ofensividade.

Em duas ocasiões, o time visitante esteve perto de marcar e parou na trave. No primeiro lance, Larsen recebeu cruzamento de Samir e mandou de cabeça no poste. Pouco depois, foi a vez de Zeegelaar fazer boa jogada individual e carimbar o travessão. Fora os sustos, a Velha Senhora administrou bem a vantagem e, contando com um dia inspirado de Cristiano Ronaldo, voltou a balançar as redes.

O português recebeu de Betancur pela esquerda e, com a frieza que lhe é peculiar, bateu cruzado para marcar o segundo dele, o terceiro da Juventus. Como um prêmio pela luta em campo, o time de Údine ainda conseguiu descontar. Molina recebeu na direita, passou por Frabotta e cruzou rasteiro na área.

Szczesny tentou tirar bola dos pés de Nestorovski, e a pelota sobrou para Zeegelaar, que estufou as redes. A consolação, porém, mal teve tempo de ser comemorada. No lance seguinte, Dybala recebeu de Danilo e deu números finais à partida.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui