O Instituto Butantan demonstrou expectativa de disponibilizar 45 milhões de doses da vacina contra Covid-19 na Rede SUS (Sistema Único de Saúde) até o mês de dezembro.

Como cada pessoa precisa receber duas doses da vacina, essa previsão aponta que 22,5 milhões de brasileiros receberiam a imunização contra a Covid-19 ainda neste ano.

A expectativa do Instituto Butantan é disponibilizar 60 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 até março e 100 milhões em maio de 2021.

Essa vacina seria encaminhada pelo laboratório da China Sinovac Life Science, que desenvolveu a CoronaVac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo.

O diretor do Instituto Butatan, Dimas Covas, explicou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (28) que os estudos chineses sobre a CoronaVac já foram feitos com 24 mil voluntários chineses e demonstraram apenas 5,2% de efeitos colaterais, sendo 3,3% deles de efeitos mais graves (dor no local da aplicação) e apenas 0,18% de manifestações febris.

A CoronaVac é uma das vacinas contra a Covid-19 em fase mais adiantada de testes no mundo , junto com a que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford.

O laboratório chinês já realizou testes do produto em cerca de mil voluntários na China, nas fases 1 e 2. Antes, o modelo experimental aplicado em macacos apresentou resultados expressivos em termos de resposta imune contra as proteínas do vírus.

Paraná Portal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui