Corpo de homem é encontrado dentro de túnel Canal da Redenção em Coremas após 12 horas de buscas


O corpo foi encontrado dentro do Canal da Redenção em Coremas (Foto: Ilustrativa)

O corpo de um homem de 49 anos foi encontrado no início da manhã desta sexta-feira (23), dentro do túnel do Canal da Redenção, na cidade de Coremas, na Paraíba. O corpo de Ailton Benedito dos Santos Filho, de 49 anos, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros, após 12 horas de buscas.

De acordo com as primeiras informações apuradas pelo ClickPB, na quinta-feira (22), o homem estava trabalhando no local com outro colega quando desapareceu.

O Corpo de Bombeiros informou ao ClickPB, nesta quarta-feira (23), que foi acionado e foi até o local com três equipes, sendo uma de Sousa, outra de Itaporanga e uma de Pombal. Os bombeiros informaram que ao chegar no local receberam a informação de que dois funcionários de uma empresa prestadora de serviços para manutenção do canal teriam adentrado em uma área de túnel para realizar os serviços.

“Segundo relatos do sobrevivente, o colega teria se sentido mal, teria cansado e tinha submergido nas águas e ele não tinha visto mais. Ele até tinha tentado fazer alguma coisa, mas não houve como prestar qualquer tipo de auxílio ao colega”, informou o Corpo de Bombeiros.

Os bombeiros começaram a realizar as buscas, porém trabalho precisou ser interrompido devido a escuridão para esperar amanhecer. No início da manhã, a vazão do canal foi interrompida, para que o nível de água baixasse e os socorristas conseguissem mergulhar na tentativa de resgatar a vítima.

Apesar do corpo ter sido encontrado, ainda segundo informações, não pode ser retirado de imediato pois ele ficou em um local de difícil acesso. Uma estrutura precisou ser montada para conseguir realizar a retirada do corpo da vítima.

O ClickPB tentou contato com a Aesa para confirmar a ligação da vítima com a empresa, porém as ligações não foram atendidas.

ClickPB

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *