Coritiba venceu o Vasco por 1 a 0 neste domingo (20) e encerrou o jejum de quatro jogos sem triunfar no Brasileirão 2020. Robson, em cobrança de pênalti, marcou o gol que tira a equipe da zona de rebaixamento provisoriamente. O duelo, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi realizado no Couto Pereira, em Curitiba.

O gol alviverde foi sofrido: o a penalidade foi marcada com o uso do árbitro de vídeo após Robson ter sido derrubado dentro da área. Sabino foi para a batida e Fernando Miguel defendeu, mas o VAR mandou voltar porque o goleiro se adiantou na cobrança. O Coxa optou por trocar o batedor e Robson deslocou o goleiro para balançar as redes.

O time paranaense, comandado por Jorginho, não vencia desde a sexta rodada, quando bateu o Sport por 1 a 0. Desde então eram dois empates (Botafogo e Goiás) e duas derrotas (Atlético Mineiro e Athletico). Além disso, o Coxa teve a estreia do meia Sarrafiore, emprestado pelo Internacional até o fim da temporada. Apesar da expectativa, ele não teve boa atuação e foi substituído por Yan Sasse no intervalo.

Com o resultado, o time alviverde chega aos 11 pontos e aparece na 16ª posição da tabela. A equipe, no entanto, ainda pode voltar à zona de rebaixamento da Série A se Botafogo e Goiás vencerem seus confrontos. Do outro lado, o Cruzmaltino fica com 17 pontos e cai para a quinta posição.

O Coritiba se prepara agora para enfrentar o Fluminense. O duelo está marcado para a outra segunda-feira (28), às 20h, no Maracanã. Já o Vasco volta a campo no domingo (27), às 11h, contra o Bragantino. O jogo acontecerá em São Januário.

APÓS PRIMEIRO TEMPO FRACO, CORITIBA VENCE O VASCO COM GOL DE PÊNALTI

sabino-coritiba-1024x684
Jogo foi equilibrado e com poucas chances de gol. (Geraldo Bubniak/AGB)

O primeiro tempo mostrou a falta de ímpeto ofensivo do Coritiba e a importância dos meias Felippe Bastos e Benítez ao Vasco. Cada time teve uma chance: o Coxa assustou após ótima enfiada de Matheus Bueno, mas Robson, na cara do gol, isolou por cima da meta. Já pelos cariocas, o atacante Germán Cano arriscou de fora da área e soltou uma pancada e exigiu ótima defesa de Wilson, que espalmou pela linha de fundo.

A etapa final foi dominada pelo Vasco. Os cariocas chegaram com perigo duas vezes: Cano completou o cruzamento de Bruno César e Wilson fez uma defesaça. Depois o atacante argentino serviu Talles Magno, que bateu colocado e acertou a trave alviverde.

A resposta do Coxa veio aos 31 minutos com um chute de Thiago Lopes por cima. O Vasco, no entanto, voltou a criar e chegou perto do gol com chute de Guilherme Parede. O atacante, ex-Coritiba, recebeu cruzamento, ajeitou e bateu rasteiro para a defesa do Wilson.

Quando tudo parecia encaminhado para o empate, Robson foi derrubado na área depois do cruzamento da direita. O juiz Luiz Flávio Oliveira foi à cabine do VAR e assinalou pênalti. Robson foi para a cobrança, deslocou Fernando Miguel e garantiu o triunfo do Coritiba.

Paraná Portal 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui