(Foto: Twitter/Andrés Arauz)

O Conselho Eleitoral do Equador anunciou Andrés Arauz, candidato do movimento de esquerda União pela Esperança (UNES) apoiado pelo ex-presidente Rafael Correa, como vencedor do primeiro turno das eleições presidenciais no país. A surpresa do dia foi Yaku Pérez, candidato do movimento indígena e ativista ambiental ecossocialista, que conquistou 20,04% dos eleitores e ocupa a segunda posição, se credencar a disputar o segundo turno.

Sputnik – De acordo com os resultados de uma contagem rápida oficial, Andrés Arauz – cujo mentor é o ex-presidente Rafael Correa – obteve 31,50% dos votos. Com isso, o economista de 36 anos avança para o segundo turno, previsto para 11 de abril, mas ainda sem saber quem será seu adversário.

A surpresa do dia foi Yaku Pérez, candidato do movimento indígena e ativista ambiental, que conquistou 20,04% dos eleitores e ocupa a segunda posição. No entanto, ele é seguido de perto pelo direitista e ex-banqueiro Guillermo Lasso (19,97%), que vinha sendo apontado nas pesquisas como o principal rival de Arauz no pleito.

A contagem rápida foi realizada com base em uma amostra de 2.193 atas eleitorais de um total de 2.425 juntas eleitorais. A força demonstrada por Pérez agora embaralha um cenário que se previa polarizado entre a esquerda tradicional e a direita liberal.

De acordo com o analista político Jorge Ortiz, citado pela agência Associated Press, o desempenho de Pérez “não se justifica apenas pelo voto das populações indígenas e dos defensores da pauta ambiental, mas mostra que o candidato também conseguiu mobilizar uma parte considerável do voto jovem e urbano.”

Em uma entrevista após o anúncio do Conselho Eleitoral, Pérez disse aos jornalistas, segundo a agência Reuters, que tinha conquistado votos suficientes para chegar ao segundo turno, e que estava realizando uma vigília em frente ao centro de apuração em Quito para evitar a manipulação dos votos.

“Viemos com o plano de fazer uma vigília, de maneira ativa e respeitosa, mas para defender a vontade da grande maioria de equatorianos que veem esperanças de mudanças”, disse Pérez, citado pela Reuters.

O sentimento popular deve ser respeitado. Estejam certos de que vamos cuidar de cada voto até o último. Obrigado pelo apoio infinito que nos transformou em #YakuPower. Estamos no segundo turno!

Lasso, por sua vez, liderou uma comemoração na maior cidade do país, Guayaquil, onde ofereceu uma coletiva de imprensa e seus simpatizantes gritavam “segundo turno” e “Lasso presidente”.

“O resultado da contagem rápida nos coloca no segundo turno […] digo a nossos partidários que mantenhamos a calma, quando tivermos 100 por cento das atas apuradas, ficará confirmado que estamos no segundo turno”, declarou Lasso.

Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui