Um projeto aprovado pelo Congresso Nacional visa a anulação de dívidas tributárias de igrejas acumuladas após fiscalizações e multas aplicadas pela Receita Federal.

O valor do “perdão” seria de quase R$ 1 bilhão, destaca o site Metrópoles.

O texto aguarda a sanção ou veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, que tem até 11 de setembro para decidir se mantém ou não a benesse aos templos religiosos.

David Soares foi autor da emenda que introduziu, durante a votação na Câmara dos Deputados.

As igrejas são alvos de autuações milionárias por driblarem a legislação e distribuírem lucros e outras remunerações a seus principais dirigentes e lideranças sem efetuar o devido recolhimento de tributos.

Renova Mídia 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui