Foto: Reprodução/ TV Paraíba

Uma mulher de 32 anos foi morta nessa quarta-feira (26) na cidade de Puxinanã, no Agreste paraibano.

Ela foi assassinada dentro da própria casa com oito tiros na frente dos filhos. Seis dos disparos atingiram o rosto da vítima.

Lúcia Maria Gomes da Silva era casada com o traficante conhecido como ‘Gerson Bagaçeira’, foragido do PB1, e recapturado pela Polícia há pelo menos dois meses. Após a prisão dele, a mulher ficou sendo a comandante do tráfico de drogas na região e foi acusada de praticar tortura por causa do tráfico.

Ela já foi presa por tráfico de drogas e respondia pelo crime em liberdade.

Nenhum suspeito ainda foi preso e a Polícia Civil continua investigando o caso.

Paraíba Online 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui