Homem com suspeita de Covid-19 morre após abrir mão de atendimento, diz direção de Upa em Sousa, PB — Foto: Reprodução / Tv Paraíba

Um comerciante identificado como Joaquim Galdino Neto, de 46 anos, morreu com suspeita de Covid-19 na manhã desse sábado (26), em Sousa, Sertão da Paraíba. Ele era alcoólatra e chegou a ser atendido pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade na sexta-feira (25).

De acordo com o diretor administrativo da UPA, Alex Alves, Joaquim foi levado até a unidade pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi atendido por uma equipe médica. Chegou a receber oxigênio por máscara, pois estava apresentando cansaço, tosse e febre leves. A recomendação dos médicos foi de que ele permanecesse em observação, mas depois que se sentiu estável, o homem negou permanecer internado e foi embora.

Foram realizados exames laboratoriais e raio-x do pulmão, mas nenhuma anormalidade foi apresentada. O teste rápido para coronavírus não foi realizado, uma vez que na sexta-feira (25) ainda era o primeiro dia de sintoma da vítima.

Segundo Alex, ele era alcoólatra e já tinha um comprometimento no fígado por causa do vício em álcool. O homem estava em abstinência e morava sozinho em um bar, do qual ele era proprietário. No laudo da morte o médico do Samu que atendeu a ocorrência constatou crise aguda respiratória e etilismo crônico.

G1PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui