Provas da primeira fase do concurso estão marcadas para 21 de março Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

Nesta sexta-feira (15), a Polícia Federal publicou o edital do concurso para preenchimento de 1.500 postos. Ainda há expectativa de que mais 500 excedentes também sejam convocados. Os interessados poderão se inscrever entre 22 de janeiro e 09 de fevereiro de 2021, pelo site www.cebraspe.org.br/concursos/pf_21. E os salários chegam até R$ 23.692,74.

Entre os cargos oferecidos estão Delegado de Polícia Federal, Agente, Escrivão e Papiloscopista. Para todos, há exigência de apresentação de diploma de conclusão de curso superior. No caso dos candidatos a Delegado, o pré-requisito é que a graduação seja em Direito. Há reserva de vagas para negros e portadores de deficiência.

A primeira etapa do concurso é composta por provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, marcadas para 21 de março. Depois, em maio, há o exame de aptidão física, além de avaliações médica e psicológica, que estão previstas para o mês de junho. Para o cargo de Delegado, também há avaliação de títulos e prova oral; e para o de Escrivão, há prova prática de digitação.

Aqueles que passarem por todas essas etapas devem participar, em agosto, de um curso de formação na Academia Nacional de Polícia, em Brasília, com duração de dez semanas. O provimento de cargos deve ocorrer até o fim do ano de 2021.

Segundo o edital, os aprovados na seleção vão ingressar na academia ainda em agosto de 2021. A estimativa é que no fim do processo, a PF conte com “o maior efetivo de sua história”, podendo ultrapassar a marca de 12 mil policiais.

Extra 

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui