Aguinaldo Ribeiro traça articulação para ter o apoio de Rodrigo Maia. Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP) é um dos cotados para a disputa da presidência da Câmara dos Deputados. O parlamentar foi beneficiado com o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que vedou a reeleição dos mandatários da Câmara e do Senado em uma mesma legislatura.

Aguinaldo integra um grupo de parlamentares que poderão ter o apoio do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). Além do paraibano, são lembrados Baleia Rossi (MDB-SP) e Marcos Pereira (Republicanos-SP). Um deles deve ter o apoio do democrata para fazer frente ao nome apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O nome do Bolsonaro para a disputa deverá ser Arthur Lira (PP-AL). Ele é o líder do PP na Câmara dos Deputados e se aproximou do presidente nos últimos anos. Ele vem ganhando, nos bastidores, o apoio também do PL. Dentro do próprio partido, no entanto, há um racha, com um grupo se recusando a segui-lo se tiver o apoio de Bolsonaro.

De acordo com pessoas próximas a Aguinaldo Ribeiro, ele conta com esse racha para se fortalecer. O apoio de Rodrigo Maia, vale ressaltar, é importantíssimo nesta articulação.

O julgamento que barrou as candidaturas de Maia e Alcolumbre foi provocado por ação movida pelo PTB. O Supremo firmou maioria contra a reeleição de Davi Alcolumbre, no Senado, pelo placar de 6 a 5. Em relação a Maia, o placar foi de 7 a 4.

Foram contra a reeleição de Maia os ministros Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Luiz Roberto Barroso, Edson Fachin, Luiz Fux e Nunes Marques. No caso de Alcolumbre, Nunes Marques votou pela permissão de uma única reeleição.

Suetoni Souto Maior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui