No Atletiba 346, melhor para o lado Rubro-Negro. Neste sábado, o clássico paranaense abriu a décima rodada do Brasileiro com vitória do Furacão sobre o Coxa, na Arena da Baixada, pelo placar mínimo. Fabinho marcou o único gol da partida.  Com o resultado, o time comandado por Eduardo Barros volta a vencer após sete jogos de jejum, chega a 11 pontos e ocupa a décima posição na tabela.

Do outro lado, os comandados de Jorginho acumulam o quarto jogo sem vitória e amargam a 18ª posição, com oito. Furacão sai na frente O Athletico, aproveitando o mando de campo no clássico, começou melhor a partida, jogando no campo de ataque do Coritiba. Na pressão inicial, o Furacão criou boa chance e abriu o placar.

Logo aos 11, Fabinho tabelou com Jonathan, aproveitou desvio na zaga alviverde e ficou com a sobra. O atacante soltou uma bomba no ângulo e fez seu primeiro gol com a camisa atleticana. Depois de inaugurar o marcador, o time athleticano diminuiu o ritmo e o jogo ficou meio morno, praticamente sem emoções.

Do lado visitante, o time comandado por Jorginho encontrou muita dificuldade na construção das jogadas.  O Coxa teve apenas uma finalização perigosa, em chute de longe de Matheus Bueno, que obrigou Santos a fazer grande defesa e mandar para escanteio. Coxa tem jogador expulso, e Athletico segura o triunfo.

Na volta do intervalo, o Coritiba tentou aumentar seu volume ofensivo. Aos seis, Robson tentou cruzar da esquerda e acertou o travessão. Pouco depois, Sassá recebeu na área e mandou na rede pelo lado de fora. O Athletico Paranaense tentou dar a resposta através da bola parada. Em cobrança de escanteio pela direita, Abner bateu fechado e obrigou Wilson a se esticar para afastar o perigo.

A situação, que já era desfavorável, ficou ainda pior para o Coxa quando Igor Jesus largou o braço no rosto de Thiago Heleno, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais, o time da casa encontrou mais espaços para contragolpear. Bissoli, em chute de fora, e Ravanelli, após cruzamento de Carlos Eduardo, tiveram chance para ampliar, mas o placar seguiu o mesmo na Arena da Baixada.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui