Sem chances de título no Brasileiro, o Atlético Mineiro encaminhou sua vaga na fase de grupos da Libertadores. Neste domingo, o Galo visitou o Sport na Ilha do Retiro e conquistou vitória dramática, por 3 a 2, com gol de Marrony aos 52 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o time ainda comandado por Sampaoli chega a 65 pontos, se firma na terceira posição e precisa somar apenas um ponto na última rodada para se garantir, de forma direta, na fase principal da Liberta.

Do outro lado, o Leão da Ilha do Retiro permanece com 42 e ainda corre risco, ainda que remoto, de rebaixamento. Um gol para cada lado Mesmo fora de casa, o Atlético Mineiro não fugiu de suas características e tomou conta das ações na Ilha do Retiro. O bom início alvinegro culminou na abertura do placar.

Aos seis, Guilherme Arana arriscou de fora, Luan Polli fez a defesa, mas Jair, fazendo valer a lei do ex, aproveitou o rebote e mandou para as redes. No embalo, o Galo seguiu em cima e quase ampliou. Pelo lado esquerdo, Keno fez linda jogada para cima de Patric, avançou na direção da área, mas não conseguiu colocar força na finalização, facilitando a ação de Polli.

Com o passar do tempo, o Sport foi equilibrando o duelo, e passou a ganhar espaço no ataque, principalmente pelos lados. Aos 22, em descida pela direita, Patric tentou o cruzamento e quase surpreendeu Everson, que acompanhou a saída da bola. Na base da insistência, o Leão da Ilha chegou ao empate.

Aos 32, agora pelo lado esquerdo, Junior Tavares avançou e descolou um belo lançamento para Dalberto, que apareceu no meio da zaga atleticana e completou para o gol: 1 a 1. De vilão a herói Depois do empate, os dois times voltaram para a segunda etapa ainda buscando o segundo gol para definir o confronto.

Entretanto, quem levou a melhor e logo aos seis minutos ficou na frente do placar foi o time mineiro, com bom chute de Arana, que desviou em Rafael Thyere e entrou. Precisando somar ao menos um ponto para garantir a permanência na elite, o Sport foi para cima do Galo,. Mesmo assim, os donos da casa encontraram um Everson inspirado e o goleiro atleticano não deu chances para os rivais pernambucanos.

Porém, uma luz no fim do túnel surgiu para os donos da casa depois que Marrony acertou uma cotovelada em Patrick. O juiz da partida marcou uma penalidade para o Leão. Thiago Neves foi para a bola e deixou tudo igual novamente: 2 a 2.

Marrony tinha tudo para sair como vilão, mas o camisa 38, no apagar das luzes, conseguiu dar a vitória para o Atlético Mineiro. O atacante invadiu a área do Sport, jogou a bola para a perna direita e fuzilou o gol, garantindo o triunfo mineiro em Pernambuco.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui