Em momento conturbado na temporada, o Athletico Paranaense, enfim, se reencontrou com a vitória no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Furacão recebeu o Fortaleza, na Arena da Baixada, e, após muita luta, buscou uma virada nos acréscimos: 2 a 1. Com o resultado, o time comandado por Paulo Autuori chega a 19 pontos, encerra um jejum de 11 jogos sem vencer na temporada, mas ainda segue na zona de rebaixamento, na 17ª colocação.

Do outro lado, o Leão do Pici permanece com 24 e ocupa a décima posição. Imposição tricolor O time visitante não se intimidou com a Arena da Baixada, e partiu para marcação pressão em cima do Athletico Paranaense. Logo aos três, Santos tentou sair jogando e entregou nos pés de Bergson. O atacante mandou na direção do gol, mas Pedro Henrique salvou em cima da linha.

Melhor na partida, o Leão do Pici continuou acumulando as melhores chances. Até que aos 18, Gabriel Dias venceu a marcação, tocou para David, que deu passe açucarado para Bergson. O camisa 29 recebeu na área e chutou colocado, abrindo o placar em Curitiba. O Furacão, mais uma vez com problemas na construção das jogadas e nas transições para o ataque, foi inofensivo diante de um Fortaleza compacto e intenso.

Aos 30, Osvaldo quase marcou o terceiro, mas Santos defendeu. Pouco depois, Gabriel Dias cruzou na área, Santos saiu para afastar perigo, mas se atrapalhou. Bergson aproveitou e finalizou de cabeça, por cobertura. Pedro Henrique chegou para salvar novamente. Furacão melhora, vira e vence Na volta do intervalo, o time comandado por Rogério Ceni buscou manter a superioridade no confronto e chegou a marcar o segundo.

Aos oito, Bergson recebeu bom passe de Romarinho e mandou para as redes. O lance, no entanto, foi anulado pela arbitragem, que flagrou impedimento na jogada. O Furacão demorou, mas conseguiu dar uma resposta à altura. Aos 16, Renato Kayzer iniciou ataque pela esquerda e cruzou para a área.

Carlos Eduardo, que acabara de entrar, aproveitou cruzamento e empatou o jogo. Após igualar o marcador, o Rubro-Negro cresceu na partida e esteve muito perto da virada.

Christian lançou na medida, na área, Kayzer apareceu nas costas da marcação para finalizar e Felipe Alves, atento, fez boa defesa. Nos minutos finais, na base da insistência, o Athletico buscou a virada.

Aos 45, Renato Kayzer recebeu cruzamento, se livrou da marcação de Jackson e soltou uma bomba para sacramentar a vitória rubro-negra após sete jogos de jejum no Brasileiro.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui