Buscando se distanciar do segundo colocado Milan, a Internazionale recebeu o modesto Venezia no Giuseppe Meazza, na tarde desse sábado (22), pela 23ª rodada do Campeonato Italiano. Apesar do amplo favoritismo, os Nerazzurri não tiveram vida fácil e conquistaram uma vitória suada por 2 a 1.

Os gols da vitória foram marcados por Barella e Dzeko. Thomas Henry balançou as redes para os visitantes.  De olho no título do Campeonato Italiano, a Inter aumentou a vantagem sobre o Milan, para cinco pontos. Agora, o time de Simone Inzaghi tem 53 pontos somados. O Venezia está em situação complicada na tabela de classificação.

A modesta equipe ocupa a 17ª colocação, com 18 pontos.  Ataque contra defesa Jogando diante do próprio torcedor, a Internazionale buscou se impor desde o primeiro minuto, e conseguiu. Não atoa a primeira oportunidade clara da partida surgiu logo aos oito minutos. Barella conduziu a bola pela direita e cruzou na direção do Dzeko, que finalizou de primeira e de perna esquerda.

Atento ao lance, o goleiro Luca Lezzerini fez boa defesa a queima-roupa.  A primeira oportunidade do Venezia surgiu aos 14. O time visitante conseguiu sair da pressão da Inter e levou perigo ao gol adversário. David Okereke arrancou pela esquerda e finalizou forte de fora da área.

O goleiro Handanovic fez boa defesa para impedir o gol do atleta nigeriano. Apesar da grande pressão da Inter, foi o Venezia que abriu o placar. Em um dos raros ataques da equipe visitante, Ampadu cruzou da intermediária.

No segundo pau, Thomas Henry subiu mais alto que a defesa e cabeceou firme. Handanovic se esticou todo, mas não conseguiu impedir o gol do adversário.  Com o gol do Venezia, a Inter passou a atacar ainda mais. A pressão que já não era pouca, aumentou. A primeira chance de empatar surgiu aos 35 minutos, com Lautaro Martínez.

O argentino recebeu passe de cabeça de Dzeko e arriscou uma bicicleta. Apesar da plasticidade do lance, o atacante pegou embaixo da bola e acabou isolando.  Já dizia o ditado: água mole pedra dura, tanto bate até que fura. Depois de tanto pressionar e insistir, a Inter finalmente conseguiu achar o seu gol.

Darmian levou a bola até a linha de fundo e cruzou para Perisic, que finalizou de primeira e obrigou Lezzerini a operar um milagre. Entretanto, Barella aproveitou o rebote e empurrou a bola para o fundo das redes.  Pressão Nerazzurri  O cenário da partida após o intervalo pouco foi alterado.

A Inter continuo pressionando o Venezia, que buscava se defender de todas as formas. Os donos da casa ficaram próximos de virar a partida aos 12 minutos. Çalhanoglu bateu falta na área, Stefan de Vrij cabeceou e o goleiro Lezzerini acabou dando rebote. Na sobra, Dzeko  tentou marcar, mas acabou finalizando mal e a bola saiu por cima do gol.

Cinco minutos depois, Çalhanoglu criou nova oportunidade para a Inter. O turco lançou para Darmian, que matou no peito e partiu em direção ao gol. Na hora do chute, o lateral italiano acabou sendo travado pelo goleiro Lazzarini, que empurrou a bola para a linha de fundo.

A pressão da Inter seguia a todo vapor. Dimarco, que entrou em campo logo no primeiro minuto da segunda etapa, cobrou falta com perigo em direção ao gol do Venezia.

O italiano chutou com força e obrigou o goleiro Lezzerini a fazer mais uma boa defesa. O jogo parecia caminhar para um empate. Entretanto, no apagar das luzes, Dzeko brilhou e deu a vitória para a Inter. O bósnio recebeu ótimo cruzamento de Dumfries, e subiu no terceiro andar para cabecear firme e colocar os donos da casa na frente do placar.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui