Com dois gols e uma assistência, Claudinho foi o grande nome do jogo. Contando com mais uma partidaça de seu principal jogador, o Bragantino goleou o Vasco, em casa, por 4 a 1.  O Massa Bruta aproveita mais três pontos para subir para a décima colocação no Brasileiro, com 41 pontos. Com 32, o Cruz-Maltino tem a mesma pontuação do Fortaleza, primeiro time no Z4.  Bragantino domina O início foi de pressão do Bragantino.

Nos primeiros cinco minutos, a equipe da casa chegou três vezes ao ataque. Na terceira, Ytalo mandou arremate perigoso.  O Vasco, mais cauteloso, com Caio Lopes, Andrey, Leo Gil e Juninho em um meio-campo reforçado, tentava ser o mais lacônico possível com a posse de bola, resolvendo os lances em poucos toques. O primeiro chute levou apenas três toques, e Caio Lopes mandou para fora.

Aos 14 minutos, o Massa Bruta transformou seu bom início de partida em gol. O jovem Eric Ramires recebeu cruzamento de Claudinho e, de cabeça, marcou o primeiro gol em Bragança (dele e do jogo).  Claudinho deitou e rolou em cima da defesa vascaína. Aos 22 minutos, o atacante quase marcou um golaço em jogada com direito a um chapéu de muita classe no marcador.

O Cruz-Maltino era presa fácil.  A situação estava tão ruim para a equipe carioca que, com 30 minutos de jogo, Vanderlei Luxemburgo tirou Juninho para colocar Pikachu. Não adiantou de nada… 1 a 0 ao intervalo foi barato!  O show de Claudinho Com as entradas de Carlinhos e Vinícius no intervalo, o Vasco conseguiu equilibrar as ações na partida.

Apesar de Claudinho seguir perigoso, o Braga já não conseguia criar com a mesma facilidade.  Apesar da melhora, o Cruz-Maltino passava longe de ameaçar a vantagem do adversário. Germán Cano, principal referência ofensiva, seguiu participando pouco do jogo.  Para deixar o rival ainda mais longe de reagir, Artur cobrou falta ensaiada para Claudinho, que acertou chute no ângulo para fazer um golaço, aumentando a vantagem dos donos da casa.

O jovem Gabriel Pec deu esperança ao Vasco. O atacante descontou ao pegar rebote de Cleiton, e levou o time ao ataque nos minutos finais da partida.  Só que Claudinho acabou com qualquer chance de reação. Andrey perdeu bola na saída para Hurtado, que tocou para Claudinho.

Em mais uma partidaça, o atacante bateu de fora da área e resolveu o jogo: 3 a 1.  Com o rival de guarda baixa, os paulistas ainda acharam espaço para mais um gol. Já nos acréscimos, Hurtado marcou um golaço de falta para fechar a conta.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui