A próxima semana começa com perspectiva de deflagração mais acentuada de uma série de ações a serem conduzidas pelo prefeito Cicero Lucena em acordo com o BID para adotar o programa João Pessoa Sustentável na Capital atingindo seis prioridades estabelecidas.

O Projeto orçado em U$ 200 milhões, metade do banco e a outra metade deve entrar como contrapartida da prefeitura, prevê projetos passando pela correção de problemas nos conjuntos Saturnino de Brito e no São José, como instalação de cercas de proteção e recuperação de áreas degradadas.

Há ainda um novo Plano Diretor e a construção, já a partir de abril, do Centro de Cooperação da Cidade que vai unir 5 eixos, como saúde, mobilidade urbana, devesa civil, além do Plano de Desenvolvimento Comunitário e o Parque Linear da Beira Rio no famoso Líxão do Róger.

AVANÇANDO – Segundo o Portal WSCOM pode atestar, nesta sexta-feira vão ser abertas as propostas das empresas para estudar o solo do antigo Lixão e fazer um diagnóstico visando a construção de um Parque Socio – ambiental no local depender disso, portanto, o processo vai levar, no máximo, 6 meses, embora esperem fazer em 4 meses.

TUDO DIGITAL – Paralelamente a esses projetos, o programa JP Sustentável inclui ainda o melhoramento das gestões tributária e administrativa, pois a ideia é, inclusive, zerar o uso de papel até dezembro.

Sobre o CCC – Centro de Inteligência, como vem sendo chamado internamente, a ideia é mapear e monitorar em tempo real pontos-chave do território 24 horas por dia, todos os dias da semana, para garantir um melhor funcionamento dos serviços, mitigar pontos de riscos potenciais passando a ser um dos primeiros do país a juntar mobilidade, samu, defesa civil, segurança.

Wscom 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui