Nesta segunda-feira, Alexandre Campello, atual presidente do Vasco, e Jorge Salgado, futuro mandatário vascaíno, se reuniram para avaliar a continuidade de Ricardo Sá Pinto no comando da equipe profissional. A informação é do GE. Segundo o veículo de comunicação, o nome de Zé Ricardo, treinador que passou pelo Cruz-Maltino entre 2017 e 2018, foi especulado para assumir a equipe na reta final do campeonato.

O técnico conta com apoio de torcedores nas redes sociais. Enquanto os atuais dirigentes preferem a permanência do português, o grupo de Salgado defende a mudança. O Vasco é o atual 17º colocado, o primeiro dentro do Z4, com 28 pontos em 26 jogos. A equipe carioca tem um jogo atrasado, diante do Palmeiras, em São Paulo.

Despedida acertada Enquanto a permanência de Sá Pinto ainda é discutida, quem não permanece mais em São Januário é Fellipe Bastos. Com contrato até 31 de dezembro, o volante publicou em uma rede social uma carta de despedida na qual afirma amar o clube e diz estar na torcida pela recuperação dentro do Campeonato Brasileiro.

”É hora de me despedir de um dos grandes amores que tenho na vida. Obrigado, Vasco, por mais uma vez ter feito com que eu sentisse o prazer que é vestir essa camisa. Foram anos e anos, entre idas e vindas, defendendo essa instituição dentro e fora de campo. E com isso surgiu uma relação indescritível”, diz um trecho da carta.

Fellipe Bastos não treinava com o elenco vascaíno desde o dia 4 de dezembro, após uma conversa com Sá Pinto. O volante não gostou de não ter sido relacionado para o confronto diante do Defensa y Justicia, válido pela Copa Sul-Americana. Nessa temporada, o jogador participou de 19 partidas e anotou quatro gols.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui