Fluminense se impõe, vence Santos no Maracanã e pula para o G4 do Brasileiro

Na briga direta por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebeu o Santos, no Maracanã, e, com uma atuação intensa e segura, conseguiu a vitória pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, o time comandado por Odair Hellmann chega a 29 pontos e pula para a quarta colocação na tabela. Do outro lado, o Peixe permanece com 27 e ocupa o sétimo posto.
Flu pressiona, sai na frente, mas leva o empate O Fluminense buscou pressionar o Santos desde o apito inicial no Maracanã. Com uma marcação adiantada, o Tricolor das Laranjeiras sufocou a saída de bola do Peixe e criou grandes chances para abrir o placar. Aos oito, após cobrança de escanteio de Danilo Barcelos, a bola sobrou para Luccas Claro, que finalizou para grande defesa de João Paulo.
Na sequência, Hudson e Caio Paulista também tiveram chances, mas pararam no arqueiro santista. De tanto insistir, o time comandado por Odair Hellmann inaugurou o marcador. Aos 28, Michel Araújo abriu bem o jogo na esquerda. Danilo Barcelos foi ao fundo e cruzou na primeira trave. Ligado, Fred deu uma casquinha, e Luccas Claro chegou cabeceando para o fundo das redes.
O tempo foi passando e o time comandado por Cuca conseguiu trabalhar entre as linhas da marcação do Flu. Até que aos 36, em jogada pela direita, Madson foi lançado e cruzou para Marinho, que, se antecipou à marcação e completou para o fundo das redes: 1 a 1. Triunfo tricolor Na volta do intervalo, o panorama do início de partida se repetiu.
O Fluminense adiantou suas linhas, pressionou e voltou à frente do placar. Aos dez, após cobrança de falta, Michel Araújo aproveitou sobra e cabeceou na risca da grande área. No meio do caminho, Nino, também de cabeça, desviou de João Paulo parar o segundo do Flu. O Santos tentou uma resposta imediata, e chegou a empatar. Madson cruzou, Veríssimo dividiu de cabeça com Nino e, na sequência, Arthur Gomes bateu para dentro.
O lance, no entanto, foi invalidado pela arbitragem, que flagrou uma falta do zagueiro santista na jogada. Com poucas alternativas para mudar o rumo da partida, os visitantes seguiram insistindo em jogadas individuais de seus principais jogadores. Aos 35, Marinho recebe no meio, limpou a marcação e chutou de fora da área.
A bola passou por cima da meta de Muriel. Nos minutos finais, o Peixe se lançou em busca do empate, mas acabou oferecendo espaços para o contragolpe tricolor. Marcos Paulo foi acionado pela esquerda e serviu Fred, que, livre, finalizou para grande defesa de João Paulo. Os visitantes ainda chegaram a marcar com Soteldo, mas o lance foi novamente invalidado por uma falta de Arthur Gomes em Nino.
Até que, no apagar das luzes, Marcos Paulo apareceu na pequena área, após tentativa de Ganso, para dar números finais à partida: 3 a 1.

O Gol 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *