A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Saúde (Sescab), realizou, neste sábado (27), uma testagem em massa para a Covid-19. A ação aconteceu no Mercado Público e é parte integrante do Plano de Ação Combate à doença no município, objetivando identificar, orientar e isolar possíveis focos de contaminação pelo Coronavírus.

Foram disponibilizados 3 mil testes rápidos (IgM e IgG) para confirmar o diagnóstico em pacientes que tenham tido sintomas ou contato com pessoas infectadas. Os testes também ajudam a diagnosticar um paciente assintomático, o que atenua o processo de contaminação do coronavírus.

O secretário de Saúde, Murilo Suassuna, esteve à frente das atividades e ressaltou a importância da prevenção e combate à doença.

“Essa ação tem diversas frentes e visa conter o avanço da Covid-19 e reduzir o impacto da doença no nosso município. A expectativa inicial era da execução de pelo menos 500 testes até o fim da ação. Além disso, estamos orientando as pessoas sobre como enfrentar da melhor forma possível esse vírus que tem causado uma devastação e superlotado os hospitais do mundo todo”, disse.

Durante o Dia D de Testagem, ainda foram realizadas ações de distribuição de máscaras de tecido e conscientização dos populares para o uso de máscaras, álcool a 70% (tanto na forma de gel como na forma líquida) e também sobre a importância do distanciamento social.

Mesmo sob as fortes chuvas que caíram durante a manhã, a movimentação no Mercado foi intensa e a ação da Sescab mobilizou consumidores e feirantes que estavam no local. O comerciante Gilvan Caetano elogiou a iniciativa da Prefeitura de Cabedelo.

“Essa ação é muito importante porque possibilita que as pessoas sejam testadas e, dependendo do resultado, se cuidem para evitar que essa doença se propague ainda mais. Tudo para nossa segurança”.

Marleide Sena Viana mora bem próxima ao Mercado e também aproveitou para ser testada enquanto fazia a feira. “É uma iniciativa muito válida, principalmente aqui no Mercado, onde há uma movimentação intensa de pessoas e muitas delas negam os perigos causados por essa doença. Precisamos todos nos cuidar”.

ParlamentoPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui