Bruno Cunha Lima no Arapuan Verdade – (Foto: Karla Moraes)

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), descartou a possibilidade de aliança entre o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e o ex-prefeito Romero Rodrigues (PSD). Durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação nesta segunda-feira (20), ele afirmou que a ideia surgiu de especulações e acabaram sendo alimentadas por ‘entusiastas’.

Segundo o chefe do Executivo campinense, a afirmação de que não há a possibilidade de aliança é baseada em diversos fatores, a exemplo de conversas pessoais entre ele e o ex-prefeito. “Eu não trabalho com a hipótese de Romero trabalhar com João. Faço isso baseado em diversos fatores, seja na minha percepção política, seja com as conversas de bastidores e eu particularmente me dou o direito de não comentar essa possibilidade [de aliança] porque eu não acredito que ela exista. Existiu no campo da especulação”, disse.

Desistência de Romero ao Governo

Sobre a desistência de Romero Rodrigues em disputar o Governo do Estado e ir para a disputa de uma vaga na Câmara Federal, Bruno pontuou que ele tem o direito de reaver suas postulações e cravou apoio ao aliado. “Naturalmente e eu já havia defendido isso, primeiro como candidato a governador e em uma decisão pessoal dele em não querer disputar e precisa ser respeitada. Se ele não quer ser candidato, é porque não existe candidatura. Normal, natural, faz parte do processo e naturalmente agora estou aqui para contribuir com a decisão dele de candidato a deputado federal. Quero dá essa contribuição a Romero”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui