Bruno Cunha Lima, prefeito de Campina Grande

A ‘guerra’ do combate à pandemia da Covid-19 se tornou embate institucional entre Campina Grande e Governo do Estado. Após questionamento e resposta entre Bruno Cunha Lima e João Azevêdo sobre a bandeira laranja, o prefeito de Campina Grande rebateu o líder do Executivo Estadual, nesta terça-feira (9), sobre a gestão de leitos de UTI do Estado e criticou um suposto ‘ataque a Campina Grande’.

Ele insistiu em apontar suposta diminuição de leitos de UTI na 1ª macrorregião do Estado, informação que foi contrastada pelo governador.

Leia mais: João Azevêdo chama fala de Bruno Cunha Lima de ‘inconsequente’ e questiona gestão de leitos de CG: “Tem algo que não bate”

“Engraçado! Foi só tocar em uma ferida que dói no Estado que a mídia oficial começou a tentar me atacar. Podem dizer o que for, já pressinto que vem “fake news” por aí, só não conseguem desmentir o fato de que, entre os dias 30 JUN 2020 e 19 FEV 2021, a 1ª macro “perdeu” UTI’s”, publicou Bruno em uma rede social.

O prefeito ainda ressaltou que manterá o ‘atendimento precoce, com vacinação’ na Rainha da Borborema.

Wscom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui