Bruno Covas diz que queda na arrecadação de SP já chega a R$ 3 bilhões durante pandemia do coronavírus (COVID-19).

O prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) aliado do governador João Doria (PSDB) disse na manhã desta terça-feira (07) em entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan, que os impactos financeiros devido ao coronavírus já são sentidos pela Prefeitura de São Paulo, em grande parte a queda da arrecadação se deve ao fechamento de comércios.

Durante entrevista, Bruno Covas afirmou que a prefeitura estima uma queda na arrecadação do município seja R$ 3 bilhões a considerar o custo extra de R$ 1,1 bilhão na área da saúde que o município já registrou.

“A gente trabalha com a expectativa de redução de 3 bilhões e 600 milhões de reais na arrecadação do município daqui da cidade de São Paulo, sem falar no custo extra, a gente estima algo em torno de 1, 1 bilhão de custo extra só na área da saúde” disse Covas.

Para os municípios de São Paulo que não registram nenhum caso de coronavírus, Covas defende também o isolamento social, quarentena e fechamento de comércio não essenciais.

“Olha, eu adotaria (a quarentena mesmo sem casos confirmados), porque isso acaba impedindo a circulação do vírus. Não é fácil, não é simples restringir, mas estamos fazendo o que é recomendado pelos órgãos municipais e estaduais” afirmou o prefeito.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Welesson Oliveira 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui