Foto: Diogo Reis/AGIF

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em jogo com emoção até o fim, o Red Bull Bragantino venceu o Fortaleza por 2 a 1, em Bragança Paulista, e se afastou da zona de rebaixamento. Os gols da equipe da casa foram marcados por Carlinhos, contra, e Thonny Anderson.

De pênalti, Juninho fez o gol do Fortaleza. Com a vitória, o Red Bull saltou na tabela e chegou à décima colocação com 31 pontos conquistados, ultrapassando o próprio Fortaleza, que caiu para o décimo primeiro lugar com 30 pontos.

Agora, as duas equipes voltam a entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo (20). Jogando em casa novamente, o time de Bragança recebe o Athletico-PR no Nabi Abi Chedid. Já o Fortaleza recebe o rival, Ceará, no Castelão.

COMEÇO INTENSO
A partida começou com um bom volume de ataque de ambas as equipes. Atuando com intensidade e, principalmente, buscando acelerar e verticalizar o jogo, tanto o Red Bull Bragantino quanto o Fortaleza conseguiram criar algumas chances de finalização, mas não levaram tanto perigo aos gols. Com o passar do primeiro tempo, a intensidade caiu e a partida começou a ser mais brigada no meio de campo.

BRAGANTINO ABRE O PLACAR
Depois dos minutos iniciais intensos, o Bragantino passou a ficar mais com a bola e a construir melhor os lances. Com a posse e volume, a equipe da casa abriu o placar após uma boa cobrança de escanteio. Lucas Cândido concluiu para o gol e a bola antes de entrar desviou em Carlinhos, do Fortaleza, e foi para o fundo de rede.

Com a vantagem, o Red Bull se viu confortável dentro da sua proposta e manteve a posse e a velocidade pelas pontas e principalmente começou a marcar forte a saída de bola do adversário. Do lado do Fortaleza, a equipe parece ter sentido o golpe do gol e passou a errar muitos passes no meio campo, encontrando dificuldade para buscar o ataque.

FORTALEZA EMPATA
No final da primeira etapa, o Fortaleza conseguiu empatar após pênalti de Ligger em Mariano Vásquez. Em contra-ataque, o meio campista do Fortaleza disputou a bola com dois adversários dentro da área, conseguiu tocar na bola e acabou pisado pelo zagueiro do Bragantino. Heber Roberto Lopes, que não marcou a falta com a bola correndo, foi ao vídeo e assinalou a penalidade para o time visitante. Juninho bateu e o Fortaleza conseguiu levar o empate para o intervalo.

RITMO CAI NA SEGUNDA ETAPA
A partida ficou menos intensa na segunda etapa. Os times se mostraram muito mais combativos do que criativos e, nas oportunidades de ataque, muitos erros foram cometidos na hora de criar lances de gol ou de finalizar. Com o jogo mais pegado e suado, a partida manteve um empate no placar durante boa parte da segunda etapa.

BRAGANTINO MARCA NO FINAL
Apesar da diminuição de ritmo, ambas as equipes tiveram chance para sair com a vitória, mas esbarraram em decisões erradas. Do lado do Fortaleza, David teve a melhor chance aos 11 minutos da etapa complementar, mas, cara a cara para o gol, o atacante demorou para concluir a jogada e acabou sendo desarmado.

Já no final do jogo, o Red Bull conseguiu encaixar um ataque rápido e fulminante. Thonny Anderson deu um belo passe para Artur, que invadiu a área, tocou para trás e deu uma bela assistência para o próprio Thonny concluir e garantir a vitória para o time da casa.

BRAGANTINO
Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Ligger, Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista, Claudinho; Artur, Cuello, Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri

FORTALEZA
Felipe Alves, Tinga, Jackson, Paulão, Carlinhos; Juninho, Felipe, Osvaldo, Mariano Vázquez; David Bergson. Técnico: Marcelo Chamusca

Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Assistentes: Alex dos Santos e Henrique Neu Ribeiro
Cartões amarelos: Ligger e Lucas Evangelista (Bragantino); Bergson (Fortaleza)
Gols: Carlinhos (contra) – 13’/1ºT (1-0); Juninho – 45’/1ºT (1-1); Thonny Anderson – 42’/2ºT

Folhapress

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui