Início Site

Ex-ministro de Bolsonaro, deputado quer que Renan Calheiros seja impedido de relatar CPI da Covid

O deputado Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) enviou representação à Procuradoria-Geral da República em que argumenta que como o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), é filho de Renan Calheiros (MDB), o senador deve ser impedido de ocupar o posto de relator da CPI da Covid.

Como Renan Filho será objeto da CPI, dado que seu estado recebeu recursos federais no período, seu pai deveria se declarar suspeito, argumenta o ex-ministro do Turismo

O colegiado será instalado na próxima terça-feira (27).

Folha de São Paulo 

Dinheiro roubado de casa lotérica em Pirpirituba é recuperado pela polícia

A Polícia Militar recuperou o dinheiro levado de um assalto a uma casa lotérica da cidade de Pirpirituba, nessa segunda-feira (19), durante um cerco que frustrou a fuga dos dois acusados de cometer o crime. Houve uma troca de tiros com os bandidos no Sítio Tanques, que fica na zona rural do município. A moto usada no roubo também foi apreendida.

As equipes do 4º Batalhão, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), cercaram todas as rotas de fuga dos criminosos assim que souberam do assalto, mas os suspeitos, que já foram identificados, fugiram por uma área de matagal, após a troca de tiros. As buscas pelos acusados continuam.

O material apreendido foi levado para a Delegacia de Polícia, em Guarabira.

PB Agora

Leo Bezerra destaca importância de programa para beneficiar estudantes com apoio financeiro e internet: “É gratificante participar da melhoria de vida das pessoas”

“É muito gratificante participar da melhoria da vida das pessoas”. Foi assim que o vice-prefeito de João Pessoa, Léo Bezerra (Cidadania), comemorou a iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa, que tem à frente o secretário Felipe Leitão, de implantar um programa de Apoio Universitário, que visa beneficiar estudantes através de apoio financeiro e internet.

O programa deve contemplar pelo menos 200 alunos do Ensino Superior da Capital em situação de vulnerabilidade.

Nas redes sociais o gestor falou sobre o projeto.

CONFIRA A POSTAGEM

Nesta segunda-feira (19), participei com o prefeito Cícero e o secretário municipal do Desenvolvimento Social, Felipe Leitão entre outros, de uma reunião remota sobre o programa Apoio Universitário, que beneficiará estudantes através de apoio financeiro e internet.

No total, são 200 alunos do Ensino Superior da Capital em situação de vulnerabilidade que receberão um benefício para ajudar nos estudos. As inscrições acontecem entre os dias 21/04 a 21/05 no site da Prefeitura.

É muito gratificante participar da melhoria da vida das pessoas. Seguiremos firmes nesse propósito!

Blog do Ninja 

Grupo capitaneado pelo deputado Eduardo Carneiro assume o comando do PROS na Paraíba

A executiva nacional do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) resolveu mudar o comando da legenda na Paraíba e escolheu o administrador e advogado Antônio Fábio Carneiro para presidir a direção estadual. A prefeita de Conde, Karla Pimentel, ocupa a vice-presidência.

A nova composição da executiva estadual ainda conta com o ex- prefeito de Sapé Roberto Feliciano; Ronaldo Menezes, atual presidente em Campina Grande; Jáder Filho, em Guarabira; Eduardo Pedrosa e João Eduardo.

O presidente nacional esteve há 15 dias na Paraíba avaliando o quadro local, e na oportunidade recebeu diversas lideranças políticas que reforçaram os quadros do partido para as eleições de 2022.

O novo comando estabeleceu o compromisso de lançar uma chapa competitiva para as disputas proporcionais, visando as eleição de deputados estaduais e o primeiro federal do partido na Paraíba. Para tanto, a direção nacional se comprometeu em dar o apoio necessário para viabilizar a ampliação dos quadros no estado.
O grupo também terá o deputado estadual Eduardo Carneiro como liderança de destaque.

Graças ao desempenho como vereador em 2017, Eduardo foi eleito deputado em 2018 e hoje é um dos parlamentares mais atuantes na Assembleia Legislativa da Paraíba.

De acordo com o presidente Fábio Carneiro, a nova executiva deve se reunir na próxima segunda-feira para traçar estratégias de crescimento do partido e organizar a preparação visando as eleições de 2022.

Ele disse que com uma legenda de maior capilaridade eleitoral, tempo de televisão e condições de disputa, a perspectiva é de tornar o PROS como um dos partidos que mais devem crescer no estado.

Fábio lembrou que possui uma boa relação com a antiga direção da legenda e vai dialogar com o ex-presidente. Ele também revelou que vai convidar lideranças, como o ex-deputado André Amaral para disputar uma vaga de federal pelo partido em 2022.

Fábio Carneiro disse ainda que o partido realizará visitas a todas as regiões do estado para fortalecer-se e discutir o lançamento de um nome para a chapa majoritária.

Hoje o deputado Eduardo Carneiro dá apoio administrativo ao governo, mas também tem forte ligação com o prefeito Cícero Lucena, já fazendo parte de sua gestão.

ParaíbaRádioBlog 

Variante ‘brasileira’ P1 pode ter carga viral até 10 vezes maior que outras cepas, diz cientista da Fiocruz


Felipe Naveca, pesquisador da Fiocruz Amazônia
 © Arquivo pessoal

A variante P1 do coronavírus, originária do Estado do Amazonas, agrava ainda mais a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil e preocupa todo mundo, o que motivou, inclusive, que a França suspendesse temporariamente os voos com o Brasil. E não é por menos: a P1, como é chamada a variante, pode ter uma carga viral até 10 vezes maior que as outras cepas identificadas até agora do SARS-CoV-2. É o que revela um estudo de epidemiologia genômica assinado por 29 pesquisadores brasileiros da área de virologia.

Em entrevista à RFI, o cientista Felipe Naveca, da Fiocruz Amazônia, à frente da equipe de cientistas responsáveis pela pesquisa, explica que a variante P1 é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), junto com a B.1.351 e a B.1.157, como uma das três variantes que causam maior preocupação neste momento.

A variante P1 apresenta variações na proteína Spike, na superfície do vírus, em três regiões importantes, as mesmas alterações que são encontradas na variante B.1.351. Essas mutações estariam associadas à maior transmissão do vírus, e com a evasão do sistema imune através da emissão de respostas dos anticorpos.

“Esse ponto já chamava a atenção desde o início dessa detecção, mas também o fato de que sua frequência aumentou muito rapidamente entre as variantes em circulação no Amazonas: até novembro não havia nada. Em dezembro, quando aparece, ela passa a corresponder a em torno de 35% [das infecções] e, em janeiro, já era mais de 75%. Hoje nós temos praticamente só a P1 circulando no Amazonas e o mesmo cenário está acontecendo em outros estados brasileiros. Por isso, esta é uma variante de muita preocupação”, relata Naveca.

A carga viral muito mais alta que a média, identificada pelo estudo, pode justificar, inclusive, porque a crise que se instaurou no Amazonas já fez mais vítimas este ano, principalmente nos meses de janeiro e fevereiro, do que durante todo o ano de 2020.

“Acredito que esta carga viral mais alta facilite a transmissão do vírus. Os pacientes têm mais vírus nas secreções de nasofaringe, é mais fácil que este vírus seja transmitido para outras pessoas. Se observarmos o período quando a P1 emerge – em dezembro do ano passado, com as férias de final de ano, Natal, Ano Novo, situações em que as pessoas acabam se aproximando mais, mesmo que não devam –, achamos que foi o cenário perfeito para a disseminação de uma variante com um poder ainda maior de transmissão”, teoriza o pesquisador da Fiocruz Amazônia.

Mais jovens infectados

De acordo com Naveca, a variante P1 poderia justificar também o aumento de casos entre pessoas mais jovens, abaixo da faixa etária dos 60 anos (adultos entre 18 e 59 anos), durante a segunda onda da pandemia da Covid-19, mas não seria o único fator que explicaria esse quadro.

“A variante tem sido associada ao maior número de infecção de pessoas mais jovens, mas eu diria que essa não é a única variável. É preciso entender também que esse grupo se expõe mais, tanto no trabalho quanto aqueles que insistem em fazer aglomerações. Estão ocorrendo festas clandestinas no Brasil inteiro, e geralmente são pessoas mais jovens que estão nesse meio. São pessoas que acreditam que, mesmo que peguem a doença, terão uma resposta mais tranquila. E nós temos ouvido relatos de médicos dizendo exatamente o contrário. Então, tem vários fatores aí. Mas certamente a causa por trás do avanço da Covid-19 no Brasil nesse momento é a P1”, afirma o cientista.

O estudo foi realizado entre março de 2020 e janeiro de 2021, com pacientes de 25 municípios do estado do Amazonas. Ao longo desse quase um ano de pesquisa, os cientistas identificaram que a primeira variante que predominou no Amazonas, durante a primeira onda da pandemia, foi uma linhagem chamada B.1.195. Curiosamente essa linhagem pouco circulou em outros estados brasileiros. Também na primeira fase da pandemia no Amazonas, os pesquisadores detectaram a introdução da linhagem B.1.128, e essa foi identificada diversas vezes em diferentes regiões do Brasil.

De acordo com Felipe Naveca, esta linhagem passa a circular por muito tempo e, em setembro, substitui completamente a B.1.195 como principal. “Acreditamos que esse período de muito tempo circulando, em várias regiões dentro do estado, pode ter dado ao vírus a oportunidade de experimentar diferentes cenários, em que as mutações trouxeram vantagens para o vírus”, relata.

Ele acrescenta que, em dezembro, quando a P1 surge, esta já aparece com várias mutações em relação à B.1.128, e com um aumento de frequência muito grande. “A P1 já surge se espalhando muito rapidamente. Então isso demonstra que a variante tem vantagens em relação às outras”, conclui o pesquisador da Fiocruz e coordenador do estudo.

Noticiário Francês 

Navalny está muito fraco e requer assistência médica urgente, dizem advogados após visita


Olga Mikhailova, advogada de Alexei Navalny, pôde visitá-lo no hospital penitenciário para onde o opositor foi transferido no domingo. 
AP – Alexander Zemlianichenko

O russo Alexei Navalny, principal adversário político do presidente Vladimir Putin, está “muito fraco” e não está recebendo os cuidados médicos adequados no hospital para prisioneiros tuberculosos para onde foi transferido no domingo (18), afirmam os advogados do opositor. Depois de visitá-lo nesta terça-feira (20), os defensores reclamam a transferência de Navalny para Moscou.

Em greve de fome desde 31 de março, Navalny foi levado do presídio onde cumpria a condenação a dois anos e meio de prisão para um hospital penitenciário em Vladimir, a nordeste de Moscou. Seus parentes têm alertado desde o fim de semana que o opositor pode morrer a qualquer momento.

“Ele está muito fraco, tem dificuldade em se sentar e falar”, disse uma de suas advogadas, Olga Mikhailova, a jornalistas, garantindo que Navalny “não recebe assistência médica adequada”. Ela exige a transferência imediata de seu cliente “para um hospital civil” em Moscou “para evitar que ele morra”.

Poucas horas antes da visita dos advogados, a médica pessoal de Navalny, Anastasia Vassilieva, tentou vê-lo junto com outros médicos. Mas o grupo foi impedido de entrar no estabelecimento para tuberculosos. As autoridades russas têm rejeitado a presença da médica desde março, a cada vez que ela tenta examinar o opositor.

Em nota à agência AFP, ela denunciou uma “atitude muito desrespeitosa”, evocando seu “dever médico de ajudar um paciente” e assegurando que se tratava “da vida” do adversário número um de Vladimir Putin.

A pressão ocidental continua forte, mas não tem efeito sobre o Kremlin. A chanceler Angela Merkel disse que estava “extremamente preocupada” com o estado de saúde de Navalny e que estava trabalhando para garantir que ele recebesse os cuidados apropriados.

O opositor, de 44 anos, parou de comer em 31 de março para protestar contra suas condições de detenção, acusando a administração penitenciária de recusar a visita de um médico quando ele sofre de hérnia de disco dupla e perda de sensibilidade nas pernas e nos braços.

Navalny foi preso em janeiro, assim que retornou à Rússia após cinco meses de convalescença na Alemanha por um envenenamento do qual acusa pessoalmente o presidente russo. O adversário político de Putin, que denuncia incessantemente a corrupção endêmica na Rússia, foi condenado a dois anos e meio de prisão por um caso de fraude que remonta a 2014. O processo teve motivação sobretudo política, na avaliação de observadores.

Bruxelas e Washington preocupados

Os serviços penitenciários russos garantem desde segunda-feira que o estado de saúde do opositor é “satisfatório”. Mas pessoas próximas de Navalny, que é advogado, descrevem uma situação alarmante. Leonid Volkov, próximo do opositor, diz que ele foi transferido “para um campo de concentração e tortura e não para o hospital”. Sua mãe, Liudmila, escreveu no Instagram que a colônia penal onde ele está internado é “pior” que a anterior.

O destino do oponente, e de forma mais geral as relações entre Bruxelas e Moscou, estiveram na pauta de uma reunião dos 27 chanceleres da União Europeia na segunda-feira. O chefe da diplomacia do bloco, Josep Borrell, culpou as autoridades russas pelo estado de saúde deteriorado do opositor, assim como o ministro britânico das Relações Exteriores, Dominic Raab, mais tarde.

A Corte Europeia dos Direitos do Homem (CEDH) questionou o governo russo sobre as condições de detenção, querendo saber se são “compatíveis com o direito à vida” de Navalny. O Kremlin permanece impassível e continua a denunciar as críticas ocidentais como uma ingerência em assuntos internos da Rússia.

Apoiadores de Navalny convocaram protestos em toda a Rússia nesta quarta-feira (21), dia do discurso anual de Vladimir Putin. Segundo eles, atos estão previstos em pelo menos 106 cidades, apesar de proibidos pelas autoridades.

O governo responde à mobilização com mais intimidação, realizando buscas nas instalações da organização de Navalny em Krasnoyarsk (Sibéria) e no escritório do coordenador do movimento em Belgorod (sul de Moscou). Em várias cidades, líderes locais do movimento pró-Navalny têm sido detidos pela polícia. O Ministério do Interior russo advertiu que tomará “todas as medidas necessárias” contra manifestações não autorizadas.

A Procuradoria da Rússia declarou na sexta-feira que pretendia banir o fundo anticorrupção de Navalny (FBK) por “extremismo”. Em novo comunicado divulgado hoje, o órgão disse que o FBK “desestabiliza a situação sociopolítica (…) com os apelos a ações violentas” e “tentando envolver menores”, a pedido de “centros estrangeiros”.

(Com informações da AFP)

Ibovespa mostra indefinição, mas segue ao redor de 121 mil pontos; Vale recua

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa mostrava certa indefinição nesta terça-feira, com Vale entre as maiores pressões de baixa após dados operacionais do primeiro trimestre, enquanto Carrefour Brasil figurava entre os destaques positivo após divulgar vendas trimestrais.

Às 11:29, o Ibovespa caía 0,04 %, a 120.879,92 pontos. Na máxima até o momento, chegou a 121.353,82 pontos. No pior momento, bateu 120.350,19 pontos. O volume financeiro somava 8 bilhões de reais.

O feriado no Brasil na quarta-feira corrobora alguma cautela nesta sessão, uma vez que a bolsa paulista estará fechada enquanto os mercados no exterior funcionarão.

Investidores também repercutem a aprovação pelo Congresso Nacional de projeto de lei que altera a LDO e traz ajustes, com o aval do governo, para permitir a controversa sanção do Orçamento deste ano.

O BTG Pactual avalia que o cenário continua incerto e que, em uma eventual pausa nos ganhos em mercados no exterior, o Ibovespa pode passar por uma pequena realização de lucros ou acumulação na faixa dos 121 mil pontos.

Em comentários a clientes da área de gestão de recursos, a equipe do banco pontuou também que os comprados foram os vencedores do vencimento de opções sobre ações na véspera e deixaram o mercado muito comprado nos próximos dias.

Wall Street abriu em baixa, com investidores à espera de resultados da Netflix e outras grandes empresas de tecnologia que serão divulgados esta semana.

– VALE ON cedia 1,12%, após alta de 14,2% na produção de minério de ferro no primeiro trimestre, enquanto as vendas subiram quase 15%. A mineradora também registrou um prêmio de mais de 8 dólares por tonelada pelo produto. O analista Daniel Sasson, do Itaú BBA, disse que as vendas vieram um pouco abaixo do que estimava, mas que o prêmio veio um pouco melhor.

– CARREFOUR BRASIL ON subia 3,38%, tendo de pano de fundo alta de 14,2% nas vendas brutas consolidadas no primeiro trimestre, incluindo combustíveis, com impulso de sua unidade de atacarejo. No geral, analistas do Bradesco BBI consideraram que este é mais um trimestre de crescimento sólido do Carrefour Brasil. O rival GPA ON avançava 5,52%.

– LOJAS RENNER ON perdia 3,1%, ainda em meio a ajustes após anunciar na véspera oferta primária de ações, que deve precificar em 29 de abril e pode movimentar até 6,5 bilhões de reais. Na sexta-feira, as ações dispararam em meio a especulações de uma oferta de ações, e a companhia confirmou durante o pregão que avaliava um follow-on.

– PETROBRAS PN caía 0,78%, com alguma realização de lucros após fechar em alta de quase 6% na véspera, quando o novo presidente-executivo da companhia tomou posse e, na visão de analistas, adotou um discurso amigável para com acionistas. No exterior, os preços do petróleo tinham variações limitadas.

– ITAÚ UNIBANCO PN oscilava ao redor da estabilidade. BRADESCO PN tinha variação negativa de 0,08%. O destaque era BANCO DO BRASIL ON, em alta de 2,63%.

Istoé 

Saiba como ter acesso ao desconto na conta de energia na Paraíba

Foto: Reprodução

Os tempos de crise demandam um maior cuidado para gastos desnecessários. A Energisa Paraíba oferece, para quem faz parte do grupo de baixa renda, a oportunidade de redução de custos de uma despesa essencial, que é a energia elétrica.

Os descontos na tarifa de energia variam de 15% a 60% e é voltado para famílias que possuem renda mensal de até meio salário mínimo por membro familiar. Estima-se que, na Paraíba, quase 200 mil pessoas cumprem com os requisitos para ter acesso aos benefícios.

De acordo com o gerente comercial da Energisa Paraíba, Felipe Costa, para ter acesso à tarifa social é preciso que o interessado procure o Centro Regional de Assistência Social de seu município portando o CPF ou Título de Eleitor e os demais documentos de identificação das pessoas que compõem a família.

Ele frisou, em entrevista a uma emissora de rádio local, que após a atualização do CadÚnico, o interessado deve procurar as agências de atendimento da Energisa ou entrar em contato com o 0800 portando o número do NIS e uma conta de energia.

– A Energisa vai atualizar a situação cadastral do cliente e, se estiver ok, será atualizado e liberado e você passa automaticamente a ter desconto na fatura de energia – disse.

Paraíba Online 

Polícia reforça atuação em Santa Rita e apreende arma usada em tiroteio

A Polícia Militar reforçou a atuação em pontos com maiores incidências criminais na cidade de Santa Rita e apreendeu, na noite dessa segunda-feira (19), uma pistola que teria sido usada em um tiroteio que deixou duas pessoas feridas. A arma deve passar por perícia.

Equipes da Força Tática do 7º Batalhão começaram a ocupação na comunidade do Onze, no bairro Santa Cruz, onde foram registrados disparos de arma de fogo, que deixaram duas pessoas feridas. De lá, após receber informações, a PM fez buscas em um ponto do bairro de Tibiri e chegou a trocar tiros com bandidos, que fugiram por um matagal, onde os policiais apreenderam a arma que pode ter sido usada tanto no bairro de Santa Cruz quanto no confronto contra as guarnições.

A pistola foi levada para a 6ª Delegacia Distrital e as ações continuam reforçadas no município.

Paraíba Urgente 

 

Polícia prende suspeito de esfaquear ex-companheira, na PB

Um  homem  suspeito de tentar matar a ex-companheira foi preso pela Polícia Civil da Paraíba. O crime ocorreu na cidade de Lagoa Seca.

A vítima tem 31 anos de idade e sofreu golpes de faca durante uma discussão que ocorreu na última sexta-feira (16). Ela foi socorrida e segue em tratamento.

A prisão foi decretada pela Justiça após investigações da Polícia Civil apontarem indícios da participação do suspeito no delito.

Desde que o crime ocorreu, equipes da Polícia Civil estavam em diligências. O procurado foi localizado na cidade de Lagoa Seca, por equipes da Delegacia Distrital do mesmo município.
PB Agora