O presidente eleito dos EUA, Joe Biden. (Foto: Reprodução)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, fez um pronunciamento enquanto o Capitólio é invadido por manifestantes pró-Trump, que contesta o resultado das eleições. A vitória de Biden seria homologada nesta quarta-feira (6), mas a sessão no Congresso foi interrompida e não há prazo para ser retomada.

Biden apelou ao atual presidente para que fale em rede nacional e exija o fim dos ataques ao Capitólio. Dentro do prédio, uma mulher foi baleada no peito e houve um impasse armado com a presença de congressistas que participavam da sessão. O espaço foi evacuado.

“Nossa democracia está sofrendo um ataque inédito, um ataque à liberdade, à civilidade, ao Capitólio, aos representantes do povo, à polícia do Capitólio, aos servidores públicos, um ataque à lei como pouco vimos, ao estado de direito, ao direito americano de as pessoas fazerem as suas coisas”, iniciou Biden em seu discurso.

“As cenas que vimos no Capitólio não refletem o verdadeiro norte-americano, não representam quem somos. O que vemos é um pequeno número de extremistas, é desordem, é caos, e deve terminar, deve terminar agora. Eu peço que essa multidão, essa gangue, encerre nesse momento”, pediu.

“Peço a Donald Trump que vá à televisão agora para cumprir seu juramento e cumpra a Constituição e exija que essas pessoas deixem o Capitólio. Isso é insurreição, não é protesto. O mundo está assistindo. Estou chocado e triste”, lamentou.

Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui