Bayern goleia Eintracht Frankfurt e mantém liderança intacta

O Bayern de Munique reencontrou a Allianz Arena, vazia, e goleou o Eintracht Frankfurt, por 5 a 2, para seguir tranquilo na liderança da Bundesliga.  Os bávaros seguem quatro pontos na frente do Borussia Dortmund, vice-líder e adversário na próxima terça-feira. O Frankfurt ainda luta contra o rebaixamento.

Ataque bávaro confunde defesa A rotação no posicionamento do ataque bávaro foi confundindo, aos poucos, a defesa do Eintracht Frankfurt. Coman, Müller, Perisic e Lewandowski tentavam se movimentar o máximo possível.  Na maior parte dos lances, a jogada procurava Lewandowski na área. O polonês teve o primeiro chute perigoso do time, mandando chute de canhota no travessão.

Quando foi Perisic que apareceu sozinho na área, o croata não conseguiu finalizar da melhor forma. Tampouco o fez Pavard, ao receber cruzamento na pequena área. Trapp agradeceu.  O gol foi questão de tempo e veio aos 16 minutos. Müller inverteu posição com Perisic e foi ao fundo na canhota para cruzar para Goretzka, que foi até a área e, sem marcação, mandou para o fundo da rede.

No segundo gol, Müller apareceu centralizado, na área, e, mesmo um pouco desequilibrado, conseguiu dominar e concluir para o fundo da rede.  Erros e gols O terceiro gol bávaro saiu logo em um dos primeiros ataques da segunda parte. Müller enfiou a bola para Coman, que cruzou na medida para Lewandowski, de cabeça, marcar.

De um escanteio, o Frankfurt conseguiu alguma esperança na partida. Hinteregger ficou com sobra de bola na área e, de canhota, descontou para os visitantes.  Pouco depois, André Silva ganhou novo escanteio para o Eintracht. Hinteregger dessa vez ganhou no alto e, de cabeça, mandou no cantinho, sem dar chance para Neuer.

A animação do Frankfurt acabou com uma falha bizarra da defesa. Se Touré havia feito dois grandes cortes um minuto antes, Gelson Fernandes falhou feio e entregou o ouro para Davis, que abriu 4 a 2 para o Bayern.  As falhas defensivas ao longo da partida foram gritantes. Tanto de um lado, quanto do outro.

E na medida que o tempo passava, e as questões físicas e psicológicas interferiam com mais força, os erros eram mais expostos. Os goleiros tiveram de se virar…  Depois de Trapp fazer grande defesa em tentativa de Coman, livre no arremate, Neuer parou Gacinovic em defesa ainda mais impressionante.  Só que o placar não ficou no 4 a 2.

Depois de outra trapalhada, Hinteregger fez seu hat-trick, só que no gol errado… Depois de Gnabry ter tirado de Trapp, o camisa 13 foi tentar cortar, mas se enrolou todo e, trapalhado, marcou um gol contra.

Sete gols foram até pouco para a partida, que quase teve um golaço de Kostic, mas o ponta parou na trave. Mas a goleada bávara foi, sim, justa.

O Gol 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *