Ministra Carmem Lúcia preside a sessão do SUpremo Tribunal Federal (STF).O Minitsro Luis Roberto Barroso sofre ameaças de impeachment do ministro Carlos Marum(Sec. da Governo da Presidência cia República). Foto: Sérgio Lima / Poder 360

Ministro Luis Roberto Barroso, que assume hoje o TSEFoto: Sérgio Lima / Poder 360

O novo ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) disse que a mudança da data das eleições municipais será combinada com o Congresso. “Eu já fiz uma intervenção informal com presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para afinarmos as nossas posições e termos um discurso unificado sobre a eventual necessidade de adiamento“, afirmou ele em entrevista ao jornal Correio Braziliense publicada neste domingo (24.mai).

Barroso –que assume oficialmente a presidência do TSE hoje– repetiu que o melhor é que não houvesse adiamento. “Eu não desejaria ter que adiar. O prazo das eleições está previsto na Constituição e penso que elas são um ponto vital para a democracia“, disse. “Porém, nós não podemos fechar os olhos à realidade. Existe uma pandemia no mundo, ela atingiu o Brasil e a curva, neste momento, ainda é uma curva ascendente. Se, até meados de junho, a situação continuar semelhante à que se encontra hoje, talvez seja inevitável a necessidade de se adiar as eleições.”

Ao falar sobre sobre a MP que isenta agentes públicos em ações contra o coronavírus e derrubada pelo STF, Barroso disse que considera 1 erro qualquer prática política pública que fuja dos padrões consensuais firmados pela ciência e pela técnica médica em geral, pelo sanitaristas, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelas entidades e referências médicas do país.

CLOROQUINA

Ao falar da indicação da cloroquina feita pelo Ministério da Saúde para os casos leves, Barroso disse: “Eu não gostaria de concretizar isso, porque você vai ter decisões em situações concretas, mas claramente o Supremo disse que a adoção de alternativas não comprovadas médico e cientificamente, sobretudo se causarem dano a alguém, podem sim gerar responsabilidade.”

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui