A Azul é a 1ª empresa brasileira a liderar o ranking do prêmio Tripadvisor Traveler’s ChoiceDivulgação/Azul

A companhia aérea Azul foi votada como melhor companhia aérea do mundo em 2020 por usuários da Trip Advisor. Esta é a 1ª vez que uma companhia aérea brasileira lidera o ranking global do prêmio Tripadvisor Traveller’s Choice.

Criada em 2002, a premiação é feita com base nas avaliações reais de milhares de clientes ao longo do ano de 2019. A Azul, que já figurava entre os top 10 nos últimos 3 anos do prêmio, conquistou agora o feito inédito e colocou a aviação nacional no topo do ranking mundial.

Em 2019, a empresa havia ficado em 7º lugar do ranking das melhores companhias do mundo, atrás de Singapore Airlines, Qatar Airways, EVA Air, Emirates, Japan Airlines (JAL) e Southwest Airlines.

A 1ª colocada no ano passado, Singapore Airlines, ficou em 2º lugar em 2020. A Qatar Airways, que estava em 2º, caiu para 9º lugar.

Eis o ranking das premiadas com o Tripadvisor Traveller’s Choice em 2019 e 2020:

Hoje a Azul é a 3ª maior companhia do país. Oferece viagem para mais de 100 destinos por todo o Brasil além de voos internacionais para Nova Iorque, Flórida, Montevidéu e Lisboa.

A companhia detém uma frota de 134 aeronaves, mais de 10.000 tripulantes e 104 destinos. Antes da pandemia, de acordo com dados da empresa, a Azul fazia 860 voos diários e detinha de 30% do total de decolagens do país.

Após a chegada do coronavírus no país e com a implementação de medidas restritivas, em abril, a empresa chegou a perder 90% do tráfego em relação ao mesmo período de 2019. Operou uma malha com 70 voos diretos por dia para 25 cidades. Depois de registrar queda, em maio a demanda de voos da empresa cresceu 51,6% em relação abril. Em junho, aumentou 43,6% em relação a maio.

Em 2019, período quando a Azul foi avaliada para receber a premiação, a empresa fechou o ano com 1 prejuízo de R$ 2,40 bilhões, ante uma perda de R$ 635,7 milhões no ano anterior. O resultado ajustado foi 1 lucro de R$ 823,7 milhões para 2019, ante 1 prejuízo de R$ 409,5 milhões em 2018.

No ano, a Azul também registrou 1 aumento de 26,3% na receita líquida, de R$ 11,44 bilhões. O lucro operacional cresceu 43,1%, de R$ 2,03 bilhões. O resultado financeiro líquido foi 1 ganho de R$ 690,6 milhões, ante uma perda de R$ 226,7 milhões em 2018.

Em 2019, a demanda de passageiros da companhia aérea aumentou 24%, com ampliação da malha aérea. A receita unitária cresceu 3,4%, e a oferta de assentos, 22%.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui