Entrevista do presidente Jair Bolsonaro após a posse do novo ministro da Saúde, Nelson Teich, na porta do Palácio da Alvorada. Sérgio Lima/Poder360 16.04.2020

Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada na 5ª feira (16.abr). Eleitorado brasileiro está dividido em 3 grupos: 1 a favor do governo, 1 contra e outro que se movimenta de acordo com o momentoSérgio Lima/Poder360 – 16.abr.2020

Pesquisa DataPoder360 indica que o governo do presidente Jair Bolsonaro é considerado ótimo ou bom por 36% da população, enquanto 33% o consideram ruim ou péssimo. Outros 28% avaliam o trabalho do chefe do Executivo como regular e 3% não souberam ou não responderam.

Trata-se de uma situação de estabilidade em relação a outros levantamentos publicados ao longo dos últimos meses.

A pesquisa foi realizada no início da semana, de 13 a 15 de abril, pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, em uma parceria editorial do jornal digital Poder360 e o jornal “A Tarde”, de Salvador (BA). O levantamento teve patrocínio da Associação Comercial da Bahia.

Foram feitas duas pesquisas simultâneas –uma nacional e outra apenas no Estado da Bahia, ambas por meio de ligações para celulares e telefones fixos. No levantamento nacional, foram entrevistadas 2.500 pessoas de 512 municípios nas 27 unidades da Federação. Na Bahia, foram entrevistadas 2.500 pessoas em 201 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%. Leia aqui a metodologia completa.

Dentro da pesquisa realizada no Estado da Bahia, foi destacado o recorte de 800 pessoas residentes em Salvador. Para os números da capital, a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Leia os relatórios completos dos resultados no Brasil (2MB), na Bahia (2MB) e em Salvador (2MB).

Desde o início do mandato de Bolsonaro, em janeiro de 2019, o eleitorado brasileiro se dividiu em 3 terços: 1 solidamente a favor de Bolsonaro, 1 solidamente contra e 1 que é capaz de se movimentar para 1 lado ou outro de acordo com o momento.

Mas o detalhamento da pesquisa do DataPoder360 apresenta 1 indício de movimento relevante. De modo distinto do que se viu no perfil do eleitorado que levou Bolsonaro ao posto de presidente, a avaliação positiva de seu governo está maior nas parcelas mais pobres da população.

Entre os desempregados e pessoas sem renda fixa, o governo de Jair Bolsonaro é avaliado como ótimo ou bom por 40% dos brasileiros, enquanto não passa de 14% no estrato mais rico –que recebe mais de 10 salários mínimos (equivalente a R$ 10.450).

Bolsonaro tem feito constantes acenos à população de renda mais baixa –mais afetada pela crise econômica causada pela covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

O chefe do Executivo tem falado diariamente sobre a importância de proteger os níveis de emprego durante a crise e atacou mais de uma vez governadores que decretaram o fechamento do comércio e a paralisação de setores da economia.

O presidente é favorável a uma política de isolamento vertical, em que apenas o grupo de risco (idosos e pessoas que tenham comorbidades) fique isolado.

Entre os baianos, o governo Bolsonaro mantém uma avaliação próxima a do restante do Brasil, com oscilações dentro da margem de erro. Mas o cenário muda quando se consideram apenas os residentes de Salvador, capital do Estado. Lá, o presidente é rejeitado por 44% dos entrevistados. São 11 pontos a mais do que a média nacional.

COMBATE À COVID-19

A pesquisa do DataPoder360 mostra que a avaliação do governo de Jair Bolsonaro tem alto grau de correlação com a avaliação da sua atuação no combate ao novo coronavírus.

Quando questionados especificamente sobre este 2º tópico, 37% dos brasileiros afirmam que o trabalho de Bolsonaro na crise é ruim ou péssimo, enquanto 34% acham o desempenho do presidente é bom ou ótimo. Os números são correspondentes dentro da margem de erro à avaliação geral do governo.

A correlação é válida também nas pesquisas realizadas no Estado da Bahia e no recorte da capital baiana.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui