Hulk comemora gol do Atlético-MG contra o Juventude pelo BrasileirãoImagem: LUCA ERBES/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A oportunidade estava escapando, mas o Atlético-MG foi buscá-la. Com uma forte reação nos últimos 15 minutos, a equipe conseguiu a virada sobre o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul,: venceu por 2 a 1 e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro.

O atacante Paulinho Bóia, emprestado pelo São Paulo, foi quem abriu o placar para o time gaúcho no finalzinho do primeiro tempo. A equipe da casa conseguiu sustentar essa vantagem por 30 minutos, mas o talento ofensivo do adversário, enfim, fez a diferença. Hulk e Nathan Silva garantiram a vitória, para deixar o Galo dois pontos à frente do Palmeiras após 15 rodadas (34 a 32) —isso depois do revés palmeirense contra o Fortaleza, em São Paulo, ontem (7).

Desta forma, o Atlético volta atenções para a Libertadores, num duro confronto com o River Plate, com a confiança elevada. O jogo de ida está marcado para quarta-feira (11), às 21h30, em Buenos Aires.

Já o Juventude só volta a jogar no fim de semana que vem, quando visitará o Red Bull Bragantino, no sábado (14), às 17h, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 16ª rodada do Brasileirão.

O jogo

O Atlético-MG sabia da importância do jogo pelas pretensões do clube no Brasileirão e até teve mais volume que o Juventude, mas apresentou enorme dificuldade com a marcação dos gaúchos. As jogadas do Galo eram construídas mais pelas laterais, já que o meio de campo estava bastante congestionado. O primeiro tempo foi bem morno, sem nenhuma defesa de ambos os goleiros, Marcelo Carné e Everson. Entretanto, nos primeiros 45 minutos o arqueiro da equipe de Caxias do Sul passou ileso, diferentemente do atleticano.

Paulinho Bóia mexeu primeiro no placar após revisão do VAR e deixou o Juventude em vantagem para o segundo tempo. Se a estratégia da equipe de Marquinhos Santos era esperar o adversário e jogar por uma bola, tudo indicava que no segundo tempo a equipe verde não iria se arriscar muito. E não foi diferente.

O Atlético-MG aumentou a pressão, passou a jogar de forma ainda mais ofensiva, ocupou bastante o campo ofensivo, mas desperdiçou inúmeras oportunidades, até que conseguiu o empate. Saiu dos pés dele, o astro atleticano, Hulk, que fez o seu 17ª gol na temporada. Nathan Silva ainda virou o placar, que fez o Galo chegar à liderança do Brasileirão

Quem foi bem: Hulk e Nathan Silva

Os autores dos gols tiveram destaque por ajudar o Galo na virada para cima do Juventude

Quem foi mal: Rafael Forster e Hyoran

O zagueiro do Juventude não foi bem e quase entregou o ouro em momento que o jogo ainda estava favorável ao Juventude. O que acabou não se sustentando mesmo após a saída do atleta, substituído no segundo tempo. Hyoran não apareceu bem no ataque e foi opção inoperante na partida.

Volta ao Jaconi

O técnico Cuca teve a oportunidade de voltar ao estádio Alfredo Jaconi, onde, ainda como jogador, vestiu a camisa do Juventude entre 1985 e 1987, e 1995.

Fora por força contratual

Atlético-MG e Juventude mostram boa relação no mercado, tanto que o time do Rio Grande do Sul tem no elenco três jogadores emprestados pelo Galo. São eles: o zagueiro Vitor Mendes, o volante Guilherme Castilho e o meia Bruninho. Por questões contratuais, todos eles ficaram fora do jogo.

Cronologia do jogo

Aos 45 minutos do primeiro tempo, o Juventude abriu o placar em um belo gol de Paulinho. O atacante recebeu passe, após “casquinha” de cabeça de Sorriso, “limpou o lance” com categoria e balançou as redes de Everson: 1 a 0.

Aos 31 minutos do segundo tempo, Hulk empatou para o Atlético-MG após tabela com Eduardo Sasha.

Aos 46 minutos do segundo tempo, Nathan Silva virou o placar a favor do Galo, após cobrança de escanteio.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Motivo: 15ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data e horário: 8 de agosto de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Wagner Reway (VAR-FIFA/GO)
Gols: Paulinho (45′ 1ºT); Hulk (31′ 2ºT) e Nathan Silva (46′ 2ºT)
Cartão amarelo: Dylan Borrero, Allan, Jair (CAM); Rafael Foster
Cartão vermelho:

JUVENTUDE: Marcelo Carné, Paulo Henrique), Didi, Rafael Forster (Cleberson) e William Matheus; Dawhan (Ricardinho), Wescley e Matheus Jesus; Paulinho (Roberson), Capixaba (Alyson) e Sorriso. Técnico: Marquinhos Santos.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabello, Nathan Silva e Dodô (Calebe); Allan (Jair), Tchê Tchê (Nathan), Dylan Borrero; Nacho Fernández, Hyoran (Savarino) e Hulk. Técnico: Cuca.

Uol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui