O Atlético de Madrid não se intimidou no Anoeta e venceu um jogo de poucas chances contra a Real Sociedad, por 2 a 0, para se isolar na liderança de La Liga.  Os Colchoneros chegam aos 32 pontos, abrindo seis dos bascos, que estacionam em terceiro, e três do vice-líder Real Madrid, que joga na quarta.

Primeiro tempo morno A disputa pela liderança começou com linhas altas e domínio do Atlético de Madrid. Depois dos 15 minutos, a Real Sociedad passou a sair melhor da pressão e passou a jogar o futebol que a colocou na parte de cima da tabela.  Apesar de os dois lados mostrarem qualidade na troca de passe, faltou contundência aos ataques.

Os goleiros praticamente não trabalharam em um primeiro tempo morno.  Foi uma primeira parte equilibrada, com alternância no domínio, mas pouca emoção. Não houve nenhum chute no alvo, e o 0 a 0 foi mais que justo.  Eficiência Colchonera Os Colchoneros mudaram o quadro logo no início do segundo tempo.

Mario Hermoso recebeu cobrança de falta na área e, de cabeça, abriu o placar. A partida, enfim, engrenou.  Os bascos, que se abateram um pouco com o gol e foram ameaçados em duas jogadas seguidas, continuaram mostrando pouca força para responder. Nem a entrada do sueco Isak melhorou o desempenho ofensivo da equipe.

O Atleti, com muito mais eficiência, matou o jogo. A jogada começou com uma rápida descida de Ferreira-Carrasco pela canhota. Na sequência, Koke enfiou grande bola na área para Suárez, que fez a parede para Marcos Llorente chegar batendo, sem chance de reposta do goleiro.

A Real Sociedad jogou a toalha com o gol e tirou David Silva, principal jogador do time, e Portu, quem mais tentava no ataque. Merquelanz, em cobrança de falta, foi o único a dar trabalho a Oblak, mas o esloveno é um craque! A liderança fica em Madri.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui