A Assembleia Legislativa da Paraíba, em reunião realizada nesta sexta-feira (12) por meio de videoconferência, constituiu Comissão Especial destinada a conceder o Diploma Mulher Cidadã Anayde Beiriz a mulheres personalidades. A proposta de instalação da comissão foi feita através de Ato de autoria do presidente da Assembleia, Adriano Galdino, e a reunião foi presidida pela deputada Estela Bezerra.

A parlamentar declarou que o Diploma Mulher Cidadã Anayde Beiriz será concedido a mulheres eleitas por grupos da sociedade civil que atuam em defesa dos direitos da mulher. O intuito é homenagear mulheres que se destacam por suas histórias, capacidades, ações e representatividades. “Vamos reunir e eleger pessoas e iniciativas que possam representar a luta em função da cidadania e respeito às mulheres da sociedade. Anayde Beiriz é um símbolo de resistência, liberdade e de capacidade de expressão da força das mulheres na sociedade”, explicou a deputada. Estela lembrou que diante da atual crise sanitária de nível global, as mulheres têm superado ainda mais antigos e novos desafios. De acordo com a deputada, esta diplomação irá ampliar a visibilidade das homenageadas para  que outras mulheres tenham esse acesso e reconheçam suas próprias histórias e seus valores. “Nesse momento de pandemia, as mulheres tem grande responsabilidade diante da gestão das dificuldades, desta forma, é importante celebrar e fortalecer as mulheres que estão no centro da sociedade, que são as famílias”, argumentou Estela.

A presidente da Associação Fórum das Mulheres de Negócios, Cristina Hein, que também fará parte da Comissão Especial, afirmou que as conquistas foram muitas, mas os desafios ainda existem. Cristina disse acreditar que é possível mudar a realidade de uma mulher a partir do momento em que é dada a ela consciência de que o poder está em suas mãos. “Quando descobrimos esse nosso poder, conseguimos superar os desafios. Uma mulher pode ser vítima de si mesma caso não acredite na sua capacidade”, analisou. Cristina ressaltou que o empreendedorismo tem levado as mulheres a buscar oportunidades e cobrou a necessidade de criação de novos institutos e organizações que possam contribuir com a estrutura emocional da mulher, que, ao iniciar no empreendedorismo, necessita de uma rede de apoio muito além da família e dos amigos. “Ela necessita ter creches e escolas que possam dar uma cobertura para que ela possa trabalhar. Essa rede de apoio ajuda a mulher a se desenvolver e a sair da situação de vulnerabilidade”, concluiu Cristina.

A Comissão contará ainda com a representante do Centro da Mulher 8 de Março, Nathalia Laureano, que lembrou a necessidade de incentivo às mulheres vítimas de violência para que elas que denunciem os autores das agressões e esta é a principal bandeira defendida pela entidade. “O Centro da Mulher 8 de Março completou 30 anos em 2020 e tem buscado fortalecer a mulher para que denunciem as práticas de violência. No atual momento de dificuldades todos os problemas sociais se tornam ainda mais graves, a exemplo da violência contra mulher, cujos números aumentaram ainda mais nesse período de isolamento e distanciamento social”, alertou Nathalia.

Também irão compor a Comissão Especial e Provisória a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, a representante da Cunhã Coletivo Feminista, Jô Pontes e a representante da Marcha Mundial das Mulheres, Heloisa de Sousa.

INDICADAS

Nesta primeira reunião, a Comissão indicou os nomes de 15 mulheres para a concessão por parte do Poder Legislativo do Diploma Mulher Cidadã Anayde Beiriz:

Dona Edite (in memorian) Comunidade Quilombola dos Rufinos
Gilberta Santos Soares Movimento Feminista/Gestora
Elinaide Carvalho Movimento Feminista
Isânia Petrúcia Frazão Monteiro Mulheres de Queimadas
Marcélia Cartaxo Atriz
Marcia Lucena Ex-Prefeita
Valéria Rezende Mulherio das Letras
Roselita Vitor Albuquerque Polo da Borborema
Tânia Maria de Souza Comissão Pastoral da Terra
Liliane Oliveira (Lila) Movimento Feminista
Paula Oliveira Adissi (in memorian) Movimento Feminista
Chirlene dos Santos Brito Sindicato das Domésticas
Glória Rabay Professora da UFPB/Feminista
Lucia Rocha Movimento Feminista/UBM
Dra Joana Marisa Barros Saúde da Mulher/Médica

 

As integrantes da Comissão apresentarão à sociedade em uma nova reunião o histórico das indicadas para, logo em seguida, eleger os três destas mulheres a serem homenageadas com o Diploma Mulher Cidadã Anayde Beiriz.

Agência ALPB 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui