247 – O deputado Arthur Lira (PP-AL), candidato de Jair Bolsonaro à presidência da Câmara, afirmou nesta segunda-feira (25) que um impachment de Bolsonaro é “muito difícil”.

Após mobilizações de militantes de esquerda e de direita pelo País nesse fim de semana, Lira tentou ao ser questionado sobre o assunto. “Eu penso o seguinte: eu sempre respeitei as posições de Rodrigo Maia, ele teve 5 anos com 57 pedidos de impeachment. Se ele não abriu nenhum é porque não viu motivos. Essa pauta não é sobre tese ou hipótese. Não tocarei nesse assunto, enquanto for candidato”, afirmou.

Novamente questionado, o candidto bolsonarista cobrou o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), por não ter aceitado nenhum dos quase 60 pedidos até agora. “Falar de impeachment, sistema de ruptura democrática, é muito difícil. Quem tem de falar sobre impeachment e falar o por que não abriu é o presidente Rodrigo Maia”, disse Arthur Lira.

Lira disputa o comando da Câmara com o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), que é apoiado por partidos da centro-direita e da oposição a Bolsonaro. A eleição na Câmara ocorre no próximo dia 1° de fevereiro.

Brasil 247

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui