O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido), cotado para ser candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo ex-presidente Lula (PT), avalia que o MDB e o PSD, cedo ou tarde, se juntarão ao petista na corrida eleitoral, informa Igor Gadelha, do Metrópoles.

Atualmente, as duas siglas têm seus candidatos próprios: a senadora Simone Tebet (MDB-MS) e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Para o ex-governador, no entanto, nenhum candidato da chamada “terceira via” tem viabilidade eleitoral.

Wscom 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui