NOVA YORK – Dados pessoais de mais de meio bilhão de usuários do Facebook vazaram e foram localizados localizados neste sábado, lembrando da capacidade da empresa de coletar montanhas de informações e de sua luta para proteger esses ativos confidenciais.

O vazamento inclui dados pessoais de 533 milhões de usuários da rede social, como número telefone, ID da conta do Facebook, cidade de origem, data de aniversário, biografia e, em alguns casos, também o endereço do e-mail, segundo informações do Business Insider citadas pela agência Bloomberg. Entre eles estão os dados de mais de oito milhões de brasileiros.

“São dados antigos e já relatados em 2019”, diz um porta-voz do Facebook em nota enviada à agência por e-mail. “Encontramos e resolvemos esse problema em agosto de 2019”, complementa.

Na época, a empresa fez uma correção em uma falha em sua tecnologia que permitia que ocorresse o vazamento de informações. Mas, uma vez que os dados escapam da rede do Facebook, a companhia tem poder limitado para impedir que se espalhem on-line.

Alon Gal, diretor executivo de tecnologia e inteligência de crimes cibernéticos da Hudson Rock, descobriu os dados neste sábado. Eles estão disponíveis gratuitamente em um fórum de hackers, fazendo com que essas informações estejam amplamente abertas a qualquer um que tenha um mínimo de habilidade com dados, reporta o Business Insider.

Vazamentos de dados são uma ameaça ao modelo de negócios do Facebook, que reúne uma grande quantidade de informações pessoais e as utiliza para vender anúncios de forma direcionada.

O Business Insider checou vários registros vazados combinando números de telefone de usuários conhecidos do Facebook com os IDs listados. Também confirmou outros registros testando endereços de e-mail do conjunto de dados no recurso de redefinição de senha da rede social, que pode ser usado para revelar parcialmente o número de telefone de um usuário.

AgoraNotíciasBrasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui