Chegou a 1,8 milhão o total de trabalhadores que teve o salário reduzido ou o contrato de trabalho suspenso durante a pandemia do novo coronavírus. O número foi divulgado pelo Ministério da Economia, nesta quinta-feira (16/4), exatamente 15 dias depois da publicação da Medida Provisória (MP) 936, que permitiu a flexibilização dos contratos trabalhistas nos próximos três meses.

“O programa emergencial de proteção ao emprego já está com mais de 1,8 milhão de acordos firmados entre empregados e empregadores” anunciou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

Ele ainda disse que os novos acordos chegam diariamente e mostram que “o programa já é um sucesso”. “Empregados e empregadores já estão tranquilos. O programa vai proteger o trabalho e o emprego”, disse Bianco.

 

Segundo o governo federal, a MP 936 e a MP 927, que permite a antecipação de férias e o teletrabalho, podem preservar 24 milhões de empregos durante o estado de calamidade pública. Para Bianco, será, portanto, “o maior programa e trabalho do mundo e talvez o mais rápido”.

Do Correio Braziliense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui